momentos…

O típico americano não é exportado pelas séries televisivas Friends ou outras que tais. Será o típico americano um boçal no seu melhor e no seu pior – talvez?

Independentemente disso Trump é o expoente máximo do tosco. Nos EUA ele é o rei dos boçais. O expoente máximo da grossaria com honras televisivas nos noticiários e fonte inesgotável de piadas nos inúmeros talk shows nocturnos.

Ontem numa amostra de quatro foi feita uma sondagem e o resultado foi unânime; não o vemos a perder a reeleição. O caos vai vencer.

E o Obama foi um bom Presidente perguntaram-me. Se olharmos para a sua presidência e retiramos da equação a sua simpatia e educação, a verdade é que com ele pouco mudou nos EUA. Por exemplo “O Muro” de Trump que tanto choca foi reforçado em algumas partes e aumentado noutras pela administração Obama, mas o sorriso dele era fantástico.

E eis quando a mais nova diz, é como nos pinguins de Madagáscar “Apenas sorriam e acenem, meninos. Sorriam e acenem.”


Outro momento anómalo neste meu porta VIII.

o desafio

Não sei se fui desafiado ou se me desafiei eu mesmo, mas em conversa com Mister Paxo assumi que iria subir, na próxima expansão, agora até 60, um hunter de cada raça (horde e alliance), exceptuando as raças que já tenho a nível máximo ou quase lá.

Assim aqui tenho a lista dos sujeitos da Horde (os nomes dos chars são copiados de livros de banda desenhada – bastou olhar para as estantes):

  1. Zombillénium (Undead)
  2. Gunnm (Troll)
  3. Pelisse (Blood Elf)
  4. Blacksad (Tauren)
  5. Chninkel (Goblin)
  6. Décalogue (Pandaren)
  7. Beastars (Nightborne)
  8. Malaterre (Hightmountain Tauren)
  9. Chlorophylle (Zandalari Troll)
  10. Kaledine (Mag’har Orc)

um dos primeiros

Aqui se coloca um dos primeiros logos do porta VIII.

O que se vai descobrindo em velhos discos.

01. referência a edgar allan poe

Adoro estar a ler um livro e este ter uma indicação velada ou directa a Edgar Allan Poe. Neste caso o livro é A Canção de Susannah de Stephen King que tem uma referência ao conto A Máscara da Morte Rubra.

— Estamos numa fortaleza — disse ela. — Mais além fica aldeia de Fedie, agora abandonada, porque morreram todos de Morte Rubra há mais de mil anos. Mais além…

página 110

um daqueles dias

Ontem foi um daqueles dias surpreendentes e no melhor bom sentido. O meu amigo de aventuras Paxo ofereceu-me uma série de mounts com as quais atingi o achievement No Stable Big Enough e a recebi a mount Frostshard Infernal.

Ele sabe, perfeitamente, que fiquei mais do que deliciado pelas mounts, mas ainda muito mais pelo gesto de amizade – reconfortante!

  1. Xiwyllag ATV (It was said that this invention was modeled after the likeness of a very wealthy goblin. Although others don’t really see the resemblance.)
  2. Thundering Ruby Cloud Serpent (From their infancy, Thundering Cloud Serpents are drawn to storms. They have been known to chase lightning through the blackened, roiling clouds, and to bathe in the pouring rain.)
  3. Steelbound Devourer (Only the sturdiest-forged chains can restrain this beast.)
  4. Sapphire Panther (Legends say that an ancient pandaren emperor crafted the first jeweled panther for his son after the boy’s twin brother died of an illness.)
  5. Sunstone Panther (Legends say that an ancient pandaren emperor crafted the first jeweled panther for his son after the boy’s twin brother died of an illness.)
  6. Leaping Veinseeker (Bug spray and a hat with netting aren’t going to do much in the swamps of Nazmir, bring a club.)
  7. Depleted-Kyparium Rocket (When Kyparite is depleted of its amber essence it becomes fairly resistant to the corrosion from rocket fuel.)
frostshard infernal

capa da revista minatura: the circus

Cover preview: The Circus made by Alejandro Doménech.

Tenho uma história neste número.

segunda fundação de isaac asimov

Apenas uma pequena gralha que não ofuscou a leitura. Trilogia fundamental de ficção científica que nesta nova edição pela Saída de Emergência merecia um melhor cuidado.

Fundação continua e continuará a ser uma das melhoras referências do que melhor se escreveu. Um clássico por direito próprio.

Tradução: Jorge Colaço

jenafur – pimba!

Hoje foi dia para obter este companion.

para mais já recordar

Um dos lados da antiga ilha Brito.

holerum

Um gnome em homenagem a uma pessoa que me é muito querida.