anacronismos?

15 Jun
15.06.2007

A leitura de livros de ficção-cientifica escritos em tempos idos, mas não tão idos como os de Jules Verne, revelam por vezes engraçados anacronismos(?). E coloco a identificação do ponto de interrogação (?) porque não são verdadeiramente anacronismos.

O caso mais recente foi descoberto com a leitura de “O Espaço Exterior” (1958) de A. Bertram Chandler, publicado entre nós pela editora Livros de Brasil (Argonauta n.º 519, página 127).

Calver permaneceu sentado até ela se dirigir para o quarto, e em seguida, dirigiu-se para o reprodutor de som. Deu uma vista de olhos pelas gravações, e seleccionou uma cassete chamada “Luzes suaves e música doce”. Inseriu-a na máquina, rebobinou-a, e depois pô-la a tocar.

página 127

etiquetas: , , , , , , , ,
0 respostas

deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!