a whiter shade of pale

Ontem após um jantar vegetariano, mas regado com um tinto da Bairrada foi noite para ouvir e ver o DVD de André Rieu (Live at Radio City Music Hall).

andré rieu

Muito haveria a dizer do seu espectáculo. Limito-me a escrever, “ESPANTÁSTICO

O motivo que me levou a escrever este post tem a ver com a peça musical incluída no Bonustracks do DVD.

Em concreto “A Whiter Shade of Pale” dos Procol Harum.

a whiter shade of pale

Tive a felicidade de crescer a ouvir boa música. A adormecer ao som de boa música. Esta canção é sem dúvida uma obra de grande beleza.
A voz de Gary Brooker, a letra Keith Reid e o som do orgão Hammond tocado por Matthew Fisher que foi inspirado pela peça de Johann Sebastian Bach “Air on a G String” originaram uma música imortal.

air on a g string

Ontem e hoje entretenho-me a recordar.

1 responder
  1. paulo brito
    paulo brito says:

    We skipped the light fandango
    turned cartwheels ‘cross the floor
    I was feeling kinda seasick
    but the crowd called out for more
    The room was humming harder
    as the ceiling flew away
    When we called out for another drink
    the waiter brought a tray

    And so it was that later
    as the miller told his tale
    that her face, at first just ghostly,
    turned a whiter shade of pale

    She said, ‘There is no reason
    and the truth is plain to see.’
    But I wandered through my playing cards
    and would not let her be
    one of sixteen vestal virgins
    who were leaving for the coast
    and although my eyes were open
    they might have just as well’ve been closed

    Responder

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.