aniquilar

(…) Na verdade… eles mataram-nos.
— Na minha qualidade de especialista na aniquilação das funções vitais, peço permissão para discordar. Ambos continuais vivos.

página 172

Adorável.

Neil Gaiman, Neverwhere – Na Terra do Nada // título original: Neverwhere // tradução: Alberto Gomes e Carlos Afonso Lobo // editor: Editorial Presença, Colecção Via Láctea, n.º 28, Lisboa, 2005 // isbn: 972-23-3332-1

0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.