national treasure: book of secrets

Riley Poole: So let’s recap: We’ve broken into Buckingham Palace, and the Oval Office, stolen a page from the President’s super-secret book, and actually kidnapped the President of the United States. What are we gonna do next, short-sheet the Pope’s bed?
Ben Gates: Well, you never know.

from imdb

Não gosto de Nicolas Cage.
E dito isto fui, mesmo assim, no dia 17 de Janeiro ver o filme National Treasure: Book of Secrets. Motivo? Exigências da minha cara-metade que tinha visto no domingo dessa semana (13.01) o primeiro filme, National Treasure e que desejava ver a sua sequela no cinema.

Gostei do filme e gostei da actuação de Nicolas Cage.
Ben Gates fez-me recordar, e nem sei porquê, da personagem Martin Mystère [1].
Se é verdade que nunca será um filme que andaremos a comentar, também é verdade que enquanto o vi me diverti imenso.
Serviu o seu básico propósito: pura e saudável diversão.
Há filmes que são muito bons nisto. Este foi, felizmente, um deles.

[1] Martin Mystère historiador, arqueologista, antropologista, aventureiro, criação de Alfredo Castelli, editado pela primeira vez em Itália em 1982 pelos Bonelli Comics, entrou em Portugal pela editora brasileira Mythos. A primeira revista é do ano de 2002.
Apenas possuo 2 exemplares já que as revistas deixaram de chegar ao quiosque onde habitualmente as comprava. O atraso de 6 meses entre o lançamento no Brasil e a chegada a Portugal das “sobras” foi sempre uma situação desesperante.
0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.