the dark knight

Lt. James Gordon: Because he’s the hero Gotham deserves, but not the one it needs right now…and so we’ll hunt him, because he can take it. Because he’s not a hero. He’s a silent guardian, a watchful protector…a dark knight.

Sem dúvida, The Dark Knight, é o melhor filme de Batman. O primeiro “novo” Batman, igualmente, realizado por Christopher Nolan, o responsável por Memento, já tinha ultrapassado sem dificuldade o Batman de Tim Burton.
Em The Dark Knight a personagem principal continua a ser Batman – sombrio, periclitante nas suas convicções, “dark”.
Neste filme temos um Joker visualmente diferente, longe da imagem imortalizada na Graphic Novel de Alan Moore, Brian Bolland e John Higgins, mas igualmente mortal e caótico. Claro que o seu caos é assustadoramente disciplinado e ele encarrega-se de o desfiar de forma brilhante

The Joker: I took Gotham’s white knight, and lowered him to our level. It wasn’t hard. Y’see, madness, as you know, is like gravity. All it takes is a little…push.

Como em The Killing Joke Batman e Joker completam-se em simbiose

The Joker: You just couldn’t let me go could you? This is what happens when an unstoppable force meets an immovable object. You truly are incorruptible aren’t you? You won’t kill me out of some misplaced sense of self-righteousness, and I won’t kill you, because you’re just too much fun. I think you and I are destined to do this forever.

Fiquei satisfeito pela nova Rachel Dawes, pois a anterior interpretada por katie Holmes desagradou-me bastante.

O fim do filme deixa, deliciosamente, tudo em aberto quanto ao futuro de Batman, porque

You either die a hero or you live long enough to see yourself become a villain.

2 respostas
  1. bruno
    bruno says:

    Prezado Paulo Brito.
    Os seus textos são como uma bola de neve num dia de verão.
    Apenas tenho apontar o meu descontentamento pelo facto de não ter falado no seu belissimo texto acerca do Heath Ledger que fez o papel do Joker e que faleceu no dia 22 de janeiro.
    Saliento que este filme saiu 6 meses após a sua morte e vai deixar muita gente com saudades deste actor.

    Sem mais de momento, despeço-me com os m/cumprimentos.
    Atentamente
    Bruno Gomes

    Responder
  2. paulo brito
    paulo brito says:

    O papel de Joker foi, na verdade, bem executado, mais pela qualidade dos textos do que pela mestria do actor. De Heath Ledger apenas tinha visto e de esguelha Coração de Cavaleiro que não me convenceu. Penitencio-me, contudo, por esse não apontamento.

    Responder

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.