1:05

Decidido a ouvir um bom som dos antigamente peguei no cd “The definitive SIMON and GARFUNKEL” [1994]. Mas o que tinha acontecido com a visualização em DVD dos espectaculares “Os Jovens Heróis de Shaolin”, que adorei na minha juventude e que ainda penso com alegria, repetiu-se; há memórias que não devem ser novas recordações, devem ficar sempre naquele cantinho de boa saudade.

Ouvi “The Sound of Silence” sem prazer. Avancei rapidamente para “Scarborough Fair”, “Mrs. Robinson”, mas mantinha-se o desprazer. Apenas com “Bridge Over Troubled Water” é que fiquei um pouco satisfeito.

Desiludido, para não dizer fodido, peguei no cd de Frank Sinatra e logo aos primeiros acordes de “My Way”, apesar de ser um música que conta a história de alguém prestes a morrer, a boa disposição começou a invadir-me os poros:

And now, the end is near;
And so I face the final curtain.
My friend, Ill say it clear,
Ill state my case, of which Im certain.

e continuou com “Strangers in the Night”, “The Girl from Ipanema”.

1 responder
  1. PonTIX
    PonTIX says:

    Pegaste, sim, num bom som. Sinatra é um senhor.

    Quanto a S&G não é muito meu gosto, gosto da “Scarborough Fair” apesar de tudo. Mas gosto, porque, gosto da balada inglesa já muito antiga e que foi encarnada em 2004 pelas ‘Celtic Woman’ num concerto em que eu dava tudo para lá estar.

    Levou-me ao tempo em que fomos visionar o primeiro ‘Lord of the Rings’.

    Foi por estas andanças que eu descobri a muito tempo os ‘Stoa’. Andava a procura de ‘Irish Folksongs’. Não é que seja muito velho mas estas musicas no meu imaginário encaixam em infância sem problemas e sem chatisses, enfim, infância perdida.

    Responder

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.