quem quer ser bilionário

Li este livro quando foi colocado à disposição dos sócios do Circulo de Leitores. Numa escala de 0 a 10 classificaria o livro com um suave 6.

Devo ser uma pessoa mais ou menos desligada porque li o livro como mero passatempo de lazer e não compreendi a mensagem: pobreza, miséria, degradação.
Pesquisei um pouco para descobrir desde quando surgiu a polémica do “quem quer ser bilionário” e surpresa das surpresas foi com o filme. Isto só prova que uma imagem vale mais do que mil palavras.

Contudo, para mim, o que é, ainda, mais chocante é estar muita gente à espera que saia o filme.
– Já lestes o livro?
– Nah. Estou à espera do filme. Sou um gajo que funciona em multi tarefa. Comigo é som e imagem.

Mas como é possível saber que aquele livro também vai ser filme? E se não houver filme? Vai ser então lido o livro? Questões profundas.

Os livros não causam, actualmente, muitas ondas. Exceptuando se tratam temas religiosos. Vejam que não houve polémica com o “Ensaio Sobre a Cegueira“, mas com o filme sim.

E eu até entendo que ler é um anacronismo. Como se pode ler a comer pipocas e beber pepsi.

0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.