ruslan maksimov

Em 2006 começou uma nova “aventura” fotográfica para Ruslan Maksimov.
A decisão de comprar uma nova máquina após a avaria da sua Canon A75 permitiu-lhe, num, digamos que golpe de sorte, dar aquele salto.

Sabendo tanto de fotografia, quanto o seu gato da Cimeira G8, Ruslan Maksimov reparou entre uma gama variada de câmeras numa “larga” e “preta”. Sendo uma pessoa prática e também por entender que quanto mais cara a câmera melhor, mas acima de tudo não se preocupando com “detalhes”, a decisão foi tomada. “Mas eu tive sorte, esta câmera foi a Canon 350D”, escreve.

Passados dois meses percebeu que queria deixar de fazer “home photo”. Assim, logo que possível efectuou o download e a compra de muitos livros sobre fotografia. Entre eles havia livros de fotógrafos ainda “verdes” e os de reconhecidos fotógrafos profissionais. Dessa literatura toda Ruslan Maksimov intuitivamente separou um, um livro sobre a fotografia de nus.

Em Setembro de 2006 iniciou os seus trabalhos experimentais num estúdio improvisado em casa e seis meses depois apresentou os seus nus artísticos à photokonkurs.com na categoria preto e branco. Na competição de 21.12.2007 a 19.01.2008 foi-lhe atribuído o primeiro prémio pelo fotógrafo Gerhardt Thompson.

ruslan maksimov, primeiro prémio

Apresentamos, de seguida, algumas fotografias que exemplificam a qualidade artística de Ruslan Maksimov. São fotografias de rara beleza.

ruslan maksimov

ruslan maksimov

ruslan maksimov

ruslan maksimov

ruslan maksimov

Fotografias copyright de Ruslan Maksimov

Através do site Jumento vamos ficando cada vez mais angustiados pelas estruturais, clamorosas, reincidentes falhas democráticas. Exemplo singelo é o post “A generosidade segundo José Sócrates”. Valha-nos a exibição regular de imagens que permitem contrariar aquele terrível formigueiro estomacal. Exemplo disso são as fotografias Ruslan Maksimov descobertas no Jumento.
0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta