poemas

Imagem da página do porta VIII criado em 1999 e que fazia parte do meu site inicial.

E com sorte vou descobrir mais algumas em cds que pensava perdidos, riscados, maltratados.

Póstumo fosse este poema
Movesse-te a piedade de eu estar morto
E fosse lê-lo. Havias
(Vejo daqui ensombrecer-te o rosto
A mágoa do momento….),
Havias de, sem mim,
Julgar maior a solidão
E crer no teu tormento.
Havias de buscar-me onde ninguém
Achou jamais alguém
Mais que distância e vaga imagem.
Havias de irmanar-me à folha solta.
Ao murmúrio do vento, ao céu, à nuvem…

Reinaldo Ferreira

0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.