Archive for month: Março, 2010

o espermograma ou a recolha mecânica de esperma

30 Mar
30.03.2010

Tirei a manhã porque o “casulo” que guardou o meu esperma teve de ser entregue até às 11h30 e nunca após terem passado duas horas da recolha – foi um trabalho mais que cronometrado.

Pensei que a “recolha” ia ser uma uma masturbação a duas mãos, mas as férias começaram e os filhos andam a fazer o que fazem melhor… a ferrar-me os joelhos – e ao descobrirem, anormalmente, o pai em casa de manhã, tive de refugiar-me no quarto de banho para um “solo mio“. Deve ter havido a libertação de quaisquer feromonas para que a populaça juvenil estivesse já acordada a horas pouco habituais; afinal a ideia de um coitus interruptus versão frasco de plástico foi destruída – cheque-mate!

Quando tinha 14 anos bastava pensar nas mamas da Edwige Fenech, agora diz-se seios!, mas na altura eram mamas e tetas os vocábulos popularizados, para a ejaculação sair fluída e sem qualquer negativismo Krishna. Com o barulho matinal não consegui atingir o relaxe perfeito adequado para a “recolha” e as batidas ritmadas na porta do quarto de banho seguidas dos gritos “paiiiiiiiiii o que estás a fazer???! caís-te!!…….”, “mãe o paiiiiii, nunca mais sai do quarto de banho” – a resposta da minha mulher “deixem o pai em paz, ele está com cólicas” mitigava os avanços contra a porta do maior vampiro que tenho em casa: a minha filha de 3 anos que após ranger os dentes, colocar os dedos em posição de garras e verbalizar uma onomatopeia rrrrrrrrrhhhhhhh afirma “sou mesmo um vampiro maléfico”.

Claro que nesta aventura a minha mulher ajudou-me imenso; as sua frases, ditas quando os miúdos estavam afastados do meu refúgio, foram o meu ânimo “então solitário como corre a brincadeira?”, “queres que coloque alguma música? ou que queime incenso?… já sei, uma dança!?” ou esta frase que revela incontestavelmente o quanto ela me ama “isso tem de ser entregue até às 11h30! por isso…”

A verdade é que já com alguma calosidade consegui cuspir, com alguma glória e quanto basta, esperma para o frasco de recolha.
Terminou. Espero que o resultado seja a ausência total de espermatozóides.

one flower

30 Mar
30.03.2010

one flower.

uma parede

29 Mar
29.03.2010

Gostei imenso desta perspectiva.
Acho que a vista do telhado dá um sentido diferente ao conjunto.

wire embrace

29 Mar
29.03.2010

wire embrace

woods iii

29 Mar
29.03.2010

woods iii

woods ii

29 Mar
29.03.2010

woods ii

woods i

29 Mar
29.03.2010

woods i

solo

29 Mar
29.03.2010
solo

solo

Arrumei definitivamente esta “grande” revista, que comprei no lindo ano de ???? numa das poucas idas a Vigo, na estante.

Infelizmente não encontrei muita informação na internet sobre o projecto.

O argumento e lápis são da responsabilidade de “The Machine”, canetas e pincéis são de Fernández, cor e desenho por Oscar’s Studio.

Tentei, na própria revista, encontrar informação sobre o ano de edição, mas não descobri nada: ou ando, realmente, a precisar de novas lentes.

O resumo do “mundo” em que se movimenta o rato “Solo” é explicado de forma bastante detalhada aqui:

Ocho comic-books de 48 pgs b/n. Se trata de una serie de acción ambientada en un mundo postapocalíptico a lo Mad Max, donde tras todo tipo de guerras biológicas, químicas y atómicas, el planeta está destrozado, y además de los humanos habitan razas de animales antropomórficos que han sufrido mutaciones y desarrollado inteligencia similar a la del ser humano, y todo tipo de monstruos. La serie está protagonizada por una rata llamada Solo, que viaja en busca de su familia, que ha sido secuestrada por humanos, y a lo largo de su viaje se va encontrando con diferentes criaturas y razas que ahora habitan el planeta. Se trata de un cómic que recuerda en algunos aspectos (como su tratamiento de la violencia, por ejemplo) al Lobo de DC Comics.

Uma revista que me deu prazer ler – em espanhol – e que possívelmente irei tentar adquirir agora na versão “Solo: mundo caníbal” de 2007 (Edicions De Ponent, junio/2007).

flower?

28 Mar
28.03.2010

Sim é uma flor. Linda.

uma ilustração

28 Mar
28.03.2010

Descobri no site de Daniel Pereira dos Santos uma espectacular ilustração para a entrada exiled.

© 1999.2018 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera