as pilhas ou a razão de tapar as orelhas

Descobri há mais de 15 dias o meu leitor de MP3 comprado no dia em que fui à praia dos “patos”. É um daqueles que ainda necessita de uma pilha AA para funcionar.
Com o objectivo de o ter a debitar sons de imediato coloquei uma pilha comprada na loja do chinês da esquina e o leitor funcionou por 2 horas +/-.

Com um vibrante pensamento positivo pensei que o problema estaria na pilha utilizada e não no leitor, o que veio a revelar-se ser verdade, e, como tal, no dia seguinte pelas 08h30, fui adquirir umas verdadeiras pilhas “Duracell”– nunca me desiludiram – no supermercado perto de minha casa.

Em conversa com o funcionário mencionei a minha necessidade de consumir logo ali uma pilha para poder ir para o trabalho a ouvir música; detesto sofrer logo cedinho com os apitos, carros a travar, discussões, gritos de pessoal que se deita chateado e se levanta ainda mais aborrecido. O prestável funcionário, tentou amenizar a minha filosofia agressiva?, afirmando que era normal que o pessoal ande chateado, stressado: “é a vida?! Eu até os compreendo.”… Eu terminei, delicadamente, a conversa dizendo: “Agora percebes porque preciso de ir com os tímpanos protegidos. Não posso ser logo de manhã contaminado com tanto negativismo”.

Coloquei uma pilha AA, liguei o MP3 e deslizei quase literalmente para o meu local de trabalho feliz com o que ia ouvindo: música relaxante, apaziguadora.

0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.