libelinha

Entro no carro e a família estava em desespero pelo facto do insecto resistir aos avanços dos lenços de papel e não se deixar capturar.
Tive a sensação de ser um D. Sebastião:
“pai mata o bicho”
“tira-mo daqui”
Eu saquei da máquina digital e pumba, pimba disparei várias vezes. O resultado é o que se vê… uma linda libelinha que foi depois despejada sem danos na natureza.

0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.