eternus 9

Li em 1981 a espantosa obra de banda desenhada de Victor Mesquita editada pela Meribérica-Liber em 1979. A obra é de um grafismo minucioso que relembra bastante Druillet e é um dos orgulhos da minha bedeteca.

Espantou meu, quando hoje, na Fnac encontrei um álbum de banda desenhada chamado “Eternus 9 – A Cidade dos Espelhos”. Primeiro pensei ser uma reedição, mas não: é um novo álbum. Trinta e cinco (35) anos depois tenho na minha mão uma nova obra irrepreensível desta vez com a chancela da Gradiva.

Victor Mesquita que em 2008 foi distinguido com o troféu de honra do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora mostra com 69 anos uma vitalidade artística fantástica.

0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.