Archive for month: Janeiro, 2011

cosmopolitan & book

30 Jan
30.01.2011

Cosmopolitan & livro. A perfeita simbiose.

ideiafix

30 Jan
30.01.2011

A nova decoração das minhas estantes.

requiem para d. quixote

28 Jan
28.01.2011

“Requiem Para D. Quixote” narra as aventuras de Peter Maynard (“Califa”) depois do seu exílio em Roma na sequência dos acontecimentos ocorridos na história “Mão Direita do Diabo”.
Dennis McShade continua a convencer e a deliciar-me com as deambulações do seu incomum assassino profissional.
“Requiem Para D. Quixote” é um livro de paixões, traições, humor, morte e filosofia.

sobre o escritor

Nasceu em 1930, em Lisboa, cidade onde cresceu, tendo como pano de fundo o Bairro Alto. Estudou na Escola Comercial, que não completou para se dedicar ao jornalismo desportivo, à crítica cinematográfica e à banda desenhada. Durante o regime salazarista (nos anos de 1967-68), publicou três policiais — Mão Direita do Diabo, Requiem Para D. Quixote e Mulher e Arma com Guitarra Espanhola) —, conseguindo evitar represálias políticas ao esconder-se atrás do pseudónimo Dennis McShade, uma americanização do seu nome. Anos depois (1977), publicou o best-seller O Que Diz Molero, obra fortemente aclamada pela crítica e já adaptada para teatro. Faleceu em 2008.

13 years

26 Jan
26.01.2011

The birthday cake for my son – 13 years old.

mão direita do diabo

25 Jan
25.01.2011

Outro livro do fantástico Dennis McShade. Não estou a ler pela ordem de edição, mas pela ordem com que os arranco da mesa de cabeceira. Mais uma vez seguimos Peter Maynard e os seus fantásticos monólogos. Um livro apetitoso comido de um só trago.

mulher e arma com guitarra espanhola

24 Jan
24.01.2011

– A situação tornou-se insuportável – disse ele, devagar. – Tentei reagir, mas não consegui. Experimentei outras mulheres. Você sabe como é, Maynard. Nos meus bons tempos, esquecia uma mulher procurando outra. Mas isso era nos meus bons tempos. Agora, só Nora me ocupava o pensamento. E quanto mais ela me atraiçoava, maior era o meu desejo dela, a minha paixão. Um estado patológico. Qual é o nome científico que isto tem?
– Parvoíce – disse eu.

página 23, Mulher e Arma com Guitarra Espanhola

 

Dinis Machado aka Dennis McShade ofereceu-me com “Mulher e Arma com Guitarra Espanhola” umas horas de boa diversão. Excelente.

Uma edição oportuna do Círculo de Leitores

garlic bread

24 Jan
24.01.2011

Garlic bread that have been devastated. In Barcelos, of course!

olhosssssssssssss

24 Jan
24.01.2011

olhossssssssss da besta!

mais olhos

24 Jan
24.01.2011

Mais olhos da besta! O polvo controla o mundo ou não?!

o enigma de fermat

18 Jan
18.01.2011

Comprei este livro (“O Enigma de Fermat”) no domingo passado. Não sou um entusiasta da matemática e nem percebo patavina do mais básico dentro dos básicos. O que não implica que não me tenha aventurado na sua leitura com vigor.

“O Enigma de Fermat” de Albert Violant i Holz foi de uma agradável leitura mesmo para um sujeito (eu) que gostava de perceber alguma coisa das “matemáticas”. E apesar disso é um livro que se lê sem qualquer problema pela forma como está escrito. É um livro cheio de biografias, pequenas histórias, curiosidades que rodearam o fantástico Fermat. Tem fórmulas e outras coisas “assustadoras”? mas é uma parte muito pequena.

“O Enigma de Fermat” faz parte da colecção “O Mundo é Matemático” da RBA e foi uma leitura suave e degustada com tal suavidade que parei o que estava a ler.

© 1999.2018 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera