metro 2033

“Metro 2033” de Dmitry Glukhovsky, editado na colecção 1001 Mundos (Edições Gailivro) é um livro de ficção cientifica com uma escrita avassaladora.
“Metro 2033” foi disponibilizado inicialmente online em 2002 de forma gratuita. Só em 2005 é que “Metro 2033” foi editado em livro. “Metro 2003” é um história passada num mundo pós-apocalíptico no metro de Moscovo que narra as aventuras de Artyom, habitante da estação VDNKh, enquanto este se desloca em direcção à lendária estação Pólis para pedir ajuda sobre uma potencial ameaça que paira sobre todos os habitantes do metro. Artyom nesta sua caminhada vai-nos revelando que o metro actua sobre as pessoas de diversas formas e que mesmo num “mundo sem amanhã, sem espaço para sonhos, planos ou esperanças” a humanidade é capaz, ainda, de grandes maldades e (positivamente) de sacrifícios em detrimento de um bem maior indecifrável. “Metro 2033” é muito actual nos temas que retrata e o cenário é apenas um camuflado. O metro de Moscovo é o espelho do nosso planeta.

Dmitry Glukhovsky fornece um livro fascinante, envolvente, assustador e belo. E quando estou a chegar ao final da minha leitura começo a pensar que o final que se aproxima não será muito coerente com o que foi lido; e em poucas páginas – linhas – sou surpreendido com um final emocionalmente explosivo.

“Metro 2033” é uma boa leitura. Dmitry Glukhovsky é um escritor a seguir. Espero que continue a ser tão criativo como o foram Arkady e Boris Strugatsky – a bem da ficção cientifica.

2 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.