pátria

A compra desta obra seguiu como sempre um tortuoso processo mental. Quando vi o logotipo na capa pensei cá para mim que seria um livro a colocar de parte porque nunca fui muito fá do “mundo” Forgotten Realms. Muito mais tarde peguei novamente nele devido à capa e nas costas o logotipo Wizard of the Coast atordoou-me – já não via aquele logo desde os meus tempos de jogador de Magic the Gathering (ai que saudades).

Iniciada a leitura rapidamente mergulhei de cabeça no universo drow e nas suas personagens. A história é verdadeiramente viciante. E as palavras que li em algum lado de que Legolas perante os drow seria uma anedota nunca deixavam de se fazer recordar.

Em poucas páginas ficamos a conhecer o sistema sanguinário da vida em Menzoberranzan e em outras tantas assistimos ao singular nascimento de Drizzt Do’Urden. E enquanto seguimos o seu treino/crescimento sentimos que apesar do enredo estar muito bem urdido como a teia da sangrenta Lolth é nas constantes reviravoltas das intrigas das diversas casas que somos atraídos compulsivamente pelo nosso Drizzt.

Drizzt é O elfo negro que apesar de não partilhar dos instintos sangrentos, traiçoeiros (mas fascinantes) dos elfos negros me conseguiu subjugar ainda mais por esta singularidade; é magnetismo. R. A. Salvatore recomenda-se sem sobressaltos para qualquer altura.

4 respostas
  1. ivo marques
    ivo marques says:

    Olá, venho por este meio demonstrar a minha tristeza, uma vez que o livro intitulado “Patria” fasninou-me desde o inicio, fico triste porque, como lançamento colocaram dois exemplares com o mesmo titulo, o que para mim é muito complicado porque são poucas as pessoas que eu conheço que gostam deste tipo de literatura.
    Muito antenciosamente.

    Responder
    • paulo brito
      paulo brito says:

      Sem defender ninguém. O segundo livro não era oferta? Se assim era pagavas um e trazias outro para oferecer. Foi uma campanha publicitária da editora que visava promover o livro.

      Responder

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.