o túnel

Existiu uma pessoa que poderia entender-me; mas foi precisamente essa pessoa que matei.

O Túnel, página 11

Morreu Ernesto Sabato (1911-2011).

Corria o ano de 1988 quando li a obra “Túnel” de Ernesto Sabato editada pela Relógio de Água, colecção “Crime Imperfeito” n.º 4; a capa tem a assinatura de Jorge Colombo.

Foi a única obra que li deste escritor e agora que a folheio, novamente; deixou-me boas recordações.

0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.