francisco martins

Francisco Martins, filho de Felicidade Martins e de António Rodrigues da Silva nasceu em Barcelos a 9 de Setembro de 1931 e residiu no Lugar do Bonfim até à sua morte em 21 de Agosto de 2009.

francisco martins

francisco martins

Trabalhador inscrito na Caixa da Previdência dos Técnicos e Operários Metalúrgicos e Metalo-Mecânicos desde 01.07.1963 decidiu em dada altura trabalhar o ferro de outra forma; desejou criar arte.

Foi esta ideia que o levou à escultura em ferro e aos seus estimados “Fernandos” Pessoa. Sempre autodidacta, sem apoios institucionais, exceptuando o apoio da família, e em particular do seu genro João Brito, serralheiro de profissão que o ajudava em algumas “soldas”, não se limitou a recordar Pessoa, também criou representações da crucifixação e do poeta Camões – mas foram as esculturas em ferro de Fernando Pessoa que mais facilmente saíram da sua mão.

Este é um pequeno esboço de algo que pretendo ser mais vasto. Será concluído assim que o tempo o permitir. Não queria contudo, para já, deixar de colocar esta minha modesta homenagem que já é tardia.

francisco martins, esculturas

francisco martins, esculturas

francisco martins, esculturas

[2012.06.28] actualização:
Francisco Martins era conhecido pela alcunha de Farrapa e decidiu registar o nome Farrapa nas suas esculturas de ferro, contudo o nome que saiu do martelo e cinzel foi Farapa. “Chico, escreves-te mal o nome. Falta um erre” – alertou o seu genro João que o ajudava nas criações. Sem se descompor respondeu “Deixa lá, passa a ser o meu nome artístico.

3 respostas
  1. Edemar Martins
    Edemar Martins says:

    Parabéns PARENTE, lhe achei porque meu sexto avô chamava-se Francisco Martins , e chegou em Santa Catarina , em 1750 , vindo de Açores -Portugal- Ilha Terceira, se lhe interessa saber posso dar mais dados!!

    Responder

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.