aviso à navegação

Quando falo de um livro que li é mais para manter um diário das minhas leituras (o mesmo acontece com os filmes e com outras coisas que tais… que são muitas coisas!); o que não implica que, por vezes, desenhe uma opinião elaborada ou lanço um simples arrojar “gostei!” Não critico, opino.

E como a preguiça ataca, muitas vezes, limito-me, mesmo, a poucas palavras. Actuo assim porque sou o dono e senhor deste sítio. Não pretendo ascender ao Olimpo dos críticos institucionalizados; não sou pago, infelizmente, para dizer bem e compro o que leio (maldição!).

E sendo livre não sou vassalo de nenhuma editora. Porque escrevo isto agora? Porque me apetece.

4 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.