Archive for month: Outubro, 2012

como se pode chocar?

31 Out
31.10.2012

Com palavras, com actos, omissões e imagens de merda!

ana vidazinha, uma visita ao forno

28 Out
28.10.2012

Hoje realizo a Ana Vidazinha uma necrópsia ao melhor estilo sofista. Para quem não sabe Ana Vidazinha escreveu em perfeita simbiose com Hugo Teixeira o álbum de banda desenhada “Mahou Na Origem da Magia” e tem no forno em modo grill simples o segundo volume – não tenham medo o forno tem um bloqueio de segurança. Sei de fonte segura que teremos um segundo álbum com “uma bela mistura de amoras, framboesas, morangos e cerejas.” A originalidade foi combinar isto tudo com “uma bola de gelado stracciatella estrategicamente colocada no topo de tudo” – simples? sem dúvida, mas quem se iria lembrar disto? quem?? pois… Ana Vidazinha.

E ao contrário de Hugo Teixeira que gosta de cenas ela gosta de coisas. Tem uma queda para a tortura médica, considerada in por quem visita dólmenes; é bafejada por um palato fora do comum.

mahou_na_origem_da_magia

mahou, na origem da magia

Foi a entrevista possível tendo em conta que o microondas tinha acabado de fazer beep – altura para levar o caldo de legumes ao bichano da casa.

1. acreditas que atrás de um homem está sempre uma mulher pronta a lhe fustigar com o rolo da massa ou é mais um mito urbano? já que qualquer homem come com prazer as vossas experiências culinárias?
– Não sei, eu não sou mulher para fustigar com rolos da massa. Em caso de necessidade de armamento prefiro o bisturi, a serra oscilante e o berbequim ortopédico. E uma seringa de quetamina.

2. sabendo que tu és uma grande mulher achas que por essa ordem de raciocínio Hugo Teixeira é um grande homem? ou só de perfil é que engana?
– Não, não, cá em casa sou só eu que sou gorda. Bem, eu e o gato.

3. na altura de dar mimos ficas durante quanto tempo indecisa entre os dois bichanos da casa? e sempre que escolhes o mais fofo é por causa dos bigodes?
– Enquanto decido o gato não espera e instala-se logo no meu colo. Não são os bigodes, é o ronron que me vence.

4. não achas que se Hugo Teixeira tivesse uma dieta à base de brócolos pintalgados com bacon estaria menos virado para certas cenas e inclinado para as cenas que realmente interessam?
– Não resulta, tenho experimentado. Melhores resultados têm as pataniscas de bacalhau. Acabam é depressa.

dolmen

ana vidazinha

5. sei que escreves mais rápido do que o Hugo Teixeira tenta desenhar. Já pensaste em lhe colocar um ultimato tipo “ou avanças com essa prancha ou passo eu a desenhar as tuas cenas?” ou achas que com isso ele regressava à infância que realmente nunca deixou e passaria todo o tempo a brincar com legos?
– Uia, isso era uma ameaça mais para mim que para ele. Não, cada página que escrevo é uma estratégia de fuga. Faço-a, entrego-lha, ele atira-se a ela e enquanto está ocupado, eu posso esquecer que tenho mais pra escrever e dedicar-me a outras coisas.

6. quanto à banda desenhada achas que vais à frente do Hugo Teixeira ou atrás dele? ou tudo depende de quem leva a chave do carro?
– Os nossos carros só têm dois lugares: não dá para ir ninguém atrás. Ainda assim, se um dia tivermos um carrinho de mão prefiro que ele vá atrás a conduzi-lo enquanto eu vou refastelada à frente, no veículo, a ler um livro de BD.

Fiquei a saber que Ana Vidazinha com coisas faz magia na cozinha e com palavras magia nos livros.
Se não tiverem a oportunidade de visitar a cozinha de Ana Vidazinha, temos pena; comprem o seu livro Mahou, Na Origem da Magia e mergulhem numa receita que faz bem ao coração.

 

[1] a imagem de Crumble de Frutos Vermelhos foi rapinada do blog A Casa da Vidazinha
[2] a imagem do dólmen rapinada do perfil da Ana Vidazinha no Facebook
Bom apetite!

um prato com coisas!

27 Out
27.10.2012

Um prato com coisas boas.

hugo teixeira, a cena de uma entrevista

26 Out
26.10.2012

Hoje acordei com uma ideia a moer-me cá na orelha esquerda. Quem é Hugo Teixeira? O que se passa dentro daquela carola que ele teima em embelezar com headphones todos marados? Terá uma mente perversa que tenta disfarçar com fotos, enviadas via express Instragam, de um gato mais fofo que a Madre Teresa? E a barba servirá para esconder marcas de guerra de paintball? Ou desde que começou a ver Dr. House acha que uma barba mal aparada é sinal de gajo que domina diferenciais?

Foi com a ideia de perceber quem é Hugo Teixeira que lhe coloquei uma série de perguntas armadilhadas, porque na realidade é um teste psicotécnico. Espero provar que Hugo Teixeira é um anão disfarçado que assassina caracóis em manteiga 100% reciclada como combustível para criar magia.

Bora lá:

1. já sei que não sabes desenhar, por isso qual o teu truque para ofereceres pranchas de imensa qualidade?
eh pá, questão difícil, ainda hoje disse isso, eu não sei desenhar, mas sei fazer cenas, cenas tas a ver, aquilo que eu QUERO realmente fazer… só não me venham com matemática!

2. não tens medo de ser sequestrado para apresentares o mais breve possível o volume II MAHOU, Na origem da Magia – porque a existir culpado és tu e não Ana Vidazinha?
Pá não sei qual é a idade dos raptores, se forem os miúdos das imensas escolas que ando por esse país afora era mesmo curtido, podia melhorar a história mil vezes… agora imagina se fossem os meia dúzia de nerds portugueses O_O

3. quando comes caracolis atacas o bicho morto com um grafo ou um um palito?
Com os dentes às vezes ou então faz-se aquele barulho específico, shlep! ao chupar.

mahou_na_origem_da_magia

mahou, na origem da magia

4. não andas a perder tempo demais com o Instagram quando podias avançar mais no mundo da magia?
Através do instagram incito magia, já reparaste, tudo tem a sua magia, mesmo que seja…uma foto a um esqueleto…
Quando era puto (ainda sou, mas o reumático está a querer instalar-se) gostava imenso de ver locais de onde os outros desenhavam e coloriam, aí sim era um mundo mágico para mim. Quero oferecer isso.

5. quando não brincas de DJ, ou tentas enfrentar um dólmen, tens tempo para pensares em banda desenhada? ou achas que aqui neste país é um caso perdido?
esta é difícil. pá! Dolmens é só nas férias, brincar de dj é uma coisa que já cá está desde que oiço música, agora para me acalmar e concentrar brinco com isso, ah e legos também. O país não mas eu sou um caso perdido, completamente entregue a mim mesmo.

6. não tens medo de te tornares um cromo da BD sempre de barba por desfazer? ou achas que isso é o teu estilo?
Sempre chamei preguiça à barba. Pronto tenho que marcar mais sessões de tosquia com a veterinária, mas diz lá, dá um certo estilo não?

7. hum não existe 7, mas eu respondo: pá porque é que perdi tempo com isto e daqui a pouco vou perder ali tempo no national geográfic com a tv em temporizador e acordar amanhã à tarde
E voltar a repetir tudo… ah! não! É amanhã, (hoje? sempre perdido no tempo) o Amadora BD, vou ver pessoal que não vejo há bue, vai ser porreiro!

Comprem um livro e pranchas originais fantásticas que eu tenho para venda, não sei desenhar mas sei fazer cenas, montes delas.

Afinal quem é Hugo Teixeira?
Uma coisa é certa é um tipo que tem um fetiche por cenas realmente mágicas!
Por isso comprem o seu livro Mahou, Na Origem da Magia e mergulhem sem dificuldade num mundo de verdadeira magia feita de palavras e imagens. Aproveitem que ele vai estar presente no Amadora BD; para o encontrar nada mais fácil, basta seguir as setas.

pataniscas

25 Out
25.10.2012

Um singelo exemplo de comida que faz mal, excepto se for acompanhada por cerveja da boa.

um problema químico…

19 Out
19.10.2012

Para mim ter uma relação sexual é tão normal como roer a unha do dedo grande do meu pé esquerdo ou, numa imagem mais inocente, como pescar moncos dentro do nariz. Entendo, que pessoal, que só “faça o amor” a cada 29 de Fevereiro se sinta revoltado com a minha desenvoltura – temos pena!

Contudo, hoje, não falarei de sexo, mas de química, para perceberam que BigPole é um poço de sabedoria e para abafar, igualmente, os críticos mentecaptos.
Irão concluir, não apenas que a química está presente em muitos actos da nossa vida, mesmo naqueles que pensamos que não, como eu subjugo não apenas o sexo como a química. Um pouco de arrogância nunca me fez qualquer mal.
Acho que será a primeira vez que vai ser tratado, de forma consensual porque quimicamente, o resultado de uma actividade realizado por qualquer ser humano desde sempre. Tentarei usar uma linguagem simples, singela. Aqui vai…

Ontem, ou se preferirem hoje de madrugada, eram cerca das 03h15m, num ambiente de néon proveniente da minha sanita, quando estava a descer uma calça Denim Fit Loose e uma cueca boxer Hom, com um adorável desenho de fantasia e, cuja textura ultra-leve aconchega na perfeição o meu orgão genital, para alapar as nádegas numa Kohler com assento aquecido, pensava no tempo que se perde a evacuar; daí que tenha sempre à mão algumas revistas para folhear.

Depois de terminar o meu serviço, já com o regueiro limpo e não uso papel higiénico, mas sim as opções de uma sanita 4-1, tem, também, função de bidé e como tal recebo no sítio adequado um jacto de água oscilante a uma temperatura suave e um fluxo de ar quente para secagem, tudo ajustável por comando, ah! e tem controlo de odor, puxei o autoclismo, atirei a roupa para o cesto de roupa suja, e nu preparava-me para um rápido banho de imersão ao som de uma relaxante música ambiente, quando reparei que ficou a boiar no fundo da sanita um resto, razoavelmente redondo, de fezes. Assustei-me. Enojei-me ver aquela coisa a enfrentar-me do fundo da minha Numi. Decidido a acabar com isso usei a função flush-full. O impossível aconteceu e o naco de fezes ganhou ao turbilhão aquático e lá permaneceu a boiar plácido. Assustado duplamente fiquei. Aquilo não se misturava.

Humm….. estaria perante um problema de polaridade? Duplo hummm… hummm…
Vejamos: bebi umas boas cervejas, acompanhadas por um petisco capaz de fazer corar o colesterol. E como sabemos que a água é uma substância polar e as gorduras apolares estaria perante um pedaço de fezes hidrofóbico? Grande questão química percebem? Novo flush-full, o mesmo resultado. Conclui que tinha de anular de alguma forma a polaridade das fezes e como tal atirei para dentro da sanita uns guardanapos que fui buscar à cozinha. Desta vez experimentei um eco-full e pumba o poio desapareceu nos meandros do esgoto. Milagre químico.

Conclusões a tirar? Primeiro que foi mais fácil afundar o Titanic; segundo que tenho de cortar nas gorduras.


o vosso químico BigPole

dióspiro

17 Out
17.10.2012

Suculentos dióspiros.

philosophie magazine hors-série n.º15 – spécial bande dessinée “la vie a-t-ell uns sens?”

17 Out
17.10.2012

Philosophie Magazine Hors-Série n.º 15 é uma leitura super, mas super divertida, interessante e que permite boas descobertas. Não admira que em França a banda desenhada tenha um status que não tem noutros países.

franquin

idées noires

“A vida tem ela algum sentido?” é analisada, por exemplo, através da banda desenhada e nomeadamente por uma prancha “Idées Noires” de Franquin com o título “Le bon Dieu, les retours de réel et le petit chien de mademoiselle Ramponeau”. Num desastre de autocarro morrem todos os paroquianos excepto o cão da senhora Ramponeau ao que o padre exclama “Irmãos, os desígnios de Deus são insondáveis!”

Os temas tratados na revista são:

  • Tudo isso tem um sentido (não)?
  1. uma banda desenhada, “Le sens de la vi“, original de Lewis Trondheim
  2. Schulz visto por Art Spiegelman
  3. PEANUTS – Les enfants de Charles Schulz por Umberto Eco
  4. PEANUTS -Charlie Brown et le secret de la vie por Julian Baggini
  5. COSINUS – Éternel Cosinus por Pascal Ory
  6. CALVIN ET HOBBES – Calvin et Hobbes – Le monde comme expérimentation por Élie During
  7. CALVIN ET HOBBES -Le cosmos selon Calvin por Martin Winckler
  • Para que servem os heróis?
  1. RANTANPLAN – Éloge de Rantanplan por Boris Cyrulnik
  2. SUPERMAN – Un héros middle class por Didier Pasamonik
  3. SPIDER-MAN ET Mr A. – Spider-Man e Mr A – L´homme que ni doute jamais por Tristan Garcia
  4. LUCKY LUKE – Un western sans cadavre por Paul Clavier
  5. GOSCINNY – Le rire de Goscinny por Frédéric Worms
  6. GOSCINNY – L’alchimie de “La Zizanie por Frédéric Worms
  • Por que tanto ódio?

    brunetti

    brunetti

  1. MAUS, MASTER RACE, GEND D’HIROSHIMA – Aprés Auschwitz et Hiroshima por Agnés Gayraud
  2. uma prancha de Ivan Brunetti intitulada “Ne vous suicidez pas
  3. BRUNETTI, CLOWES, MATT, TOMINE – Les paumés de BD américaine por Roland Jaccard
  4. SUSPENSTORIES – Les contes noirs de l’oncle Sam por Daniel Adjerad
  5. L’inversion“, uma banda desenhada, por Bill Gaines inserida na colectânea Crime SuspenStories
  • Somos senhores de nossos destinos?
gaston

gaston lagaffe

  1. GEMMA BOVERY – Gemma Bovery, c’est elle por Yvan Leclerc
  2. A day at the Surgery“, banda desenhada por Ian Williams
  3. THOM FERRIER – cases de la vie d’un médecin por Martin Winckler
  4. banda desenhada “Crise Grecque: La Philosophie du Chaos” por Jul
  5. GASTON LAGAFFE – De l’existence à l’essence… et retour por Bruno Latour
  6. GASTON LAGAFFE -Gaston dieu des objets por Serge Tisseron
  7. TEZUKA – Tezuka L’âme du Manga por Agnés Gayraud
  • Deve-se viver ou morrer?
  1. Le sens de la vie“, banda desenhada por Aurélia Aurita
  2. FRANCIS – Francis, ou l’art du saut por Agnés Gayraud
  3. CREPAX, PRATT, MANARA, GIARDINO – Les fils de Louise Brooks por Roland Jaccard
  4. MANARA – Manara féministe? por Sonia Feertchak
  5. ENTRETIEN – Crumb, la subversion par la lucidité por Clément Rosset
  6. FRANQUIN – Le bon Dieu, les retours de réel et le petit chien por Denis Moureau
  • A vida é um sonho?
little_nemo

little nemo

  1. banda desenhada “Enfermés dans l’infini” por Marc-Antoine Mathieu (uma perfeita discussão sobre o nada)
  2. ENTRETIEN – La vie rêvée des cases fantômes (entrevista feita a Benoît Peeters)
  3. LITTLE NEMO – Little Nemo, Les nuis lustrales por Pascal Bruckner

Como dá para ver são imensos os temas e os artigos oferecidos. Uma mais valia a leitura deste número. Depois de “TINTIN au pays des Philosophes” este “Spécial bande dessinée : La Vie a-t-elle un sens” revela que a banda desenhada pode ser lida de muitas e muitas maneiras.

Tous droits de reproduction et d’exploitation sont réservés aux auteurs de ces illustrations. De même, tout créateur non satisfait d’avoir son travail apparaissant sur ce blog peut m’avertir de ce fait et je supprimerai les œuvres concernées.

bolo de cerveja

17 Out
17.10.2012

Um excelente e único bolo de cerveja. Maravilhoso.

em quase estado líquido

14 Out
14.10.2012

Para quem olhe com cuidado é possível constatar que o bicho foi apanhado pelo rabo e espremido até à cabeça. É o que eu concluo pelo rastos das vísceras.

© 1999.2018 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera