um conselho e uma decisão

28 Dez
28.12.2012

O conselho
Nunca oferecer o último rebuçado a uma pessoa mais gulosa do que nós. Ela, egoisticamente, vai o aceitar e nós vamos ficar a chuchar no dedo. Isto não aconteceu comigo, mas tenho conhecimento de causa por experiência própria.

A decisão
Decidi enfrentar um dos meus maiores medos. Ficar com o fecho éclair preso na pele do escroto. Esta intrepidez, de fim de ano, tem mais a ver com o facto de estar cansado de escolher entre modelos de calças apenas com botões e pretender alargar a minha escolha para outros modelos, do que enfrentar um dos meus muitos medos. Eu orgulho-me de ter medo e com isso declarar “sou homem e mortal” – o que é um homem sem medo? Deus?

De olhos bem abertos puxei uns versáteis jeans “chino” e pim! pam! pum! o que meu pior temor não aconteceu; claro que desta vez o que contribuiu para a não ocorrência de acidentes foi ter revestido as minhas partes baixa com umas cuecas. Sou um homem de soluções.

etiquetas: , , , , , , , , , ,
0 respostas

deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!
%d bloggers like this: