as minhas leituras de 2012

rhys hughes

rhys hughes

Este ano não foi um grande ano de leituras. Na minha teimosia li livros que sabia à partida não serem a minha onda – mas o que tem de ser tem muita força.

De qualquer forma destaco de uma pouca extensa lista alguns; a ordem é sem ordem:

  • O Pequeno Deus Cego, David Soares e Pedro Serpa (Kingping Books)
  • Infecção, Scott Sigler (Gailivro)
  • Compêndio de Segredos Sombrios e Factos Arrepiantes, David Soares (Saída de Emergência)
  • Strange Embrace, David Hine (Image)
  • Zobo: Les Tournesols de Mr. Vincent (tome 2), Jun Nie (Paquet)
  • Os Anormais: Necropsia De Um Cosmos Olisiponense [spoken word], David Soares (Necrosymphonic Entertainment/Raging Planet)
  • Os Ossos do Arco-Íris, David Soares (Saída de Emergência)
  • Li e reli os ebooks de Rhys Hughes – aquelas histórias são tão sumarentas.
david soares

david soares

O escritor português de eleição continua a ser David Soares – adoro as suas palavras e a sua imaginação saudavelmente doentia. Andar a ler pelas orelhas foi a grande boa novidade do ano. Recomendo Os Anormais: Necropsia De Um Cosmos Olisiponense e o seu Compêndio. David Soares é um escritor abelha que nunca pára na mesma flor e nos oferece obras em registos diferentes.

Apesar de ter descoberto novos autores estrangeiros Rhys Hughes é o que me dá mais gozo ler. Os seus escritos continuam surreais, paranóicos, delirantes, absurdos, cómicos – e isso é positivamente bom.

2013 vai ser um ano mais melhor bom; tenho programado para ler (uns comprados, outros ainda não):

  • The Brothel Creeper
  • The Truth Spinner
  • The Abnormalities of Stringent Strange
  • The Daylight War
  • O Reino mais Além das Ondas
  • David Soares tem lançamentos previstos para 2013
  • e muitos outros [ordem sujeita a alteração sem pré-aviso]
0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.