15 Mar
15.03.2017

Eu, Josephine Linc. Steelson, pobre negra no meio da tempestade, sei que a natureza vai falar. Vou ser minúscula, mas tenho pressa, pois há nobreza em experimentar a nossa própria insignificância, nobreza em saber que uma lufada de vento pode varrer as nossas vidas e não deixar nada atrás de nós, nem mesmo a vaga recordação de uma pobre existência.

Furacão de Laurent Gaudé

etiquetas: , , , , , ,
0 respostas

deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!