Há algo na absurda mente humana que reage admiravelmente à ideia de raridade ─ em especial a raridade de condições capaz de produzir um dado fenómeno. Quanto mais improvável é que alguma coisa aconteça, mais maravilhosa parece quando acontece, por mais inútil ou perniciosa que seja. O facto de ter acontecido, apesar de ser improvável, transforma-a num acontecimento precioso. Não deveria ter acontecido, mas aconteceu, e uma pessoa tem de admirar a cadeia de circunstâncias que permitiu que o impossível acontecesse.
Deixa a Chuva Cair de Paul Bowles (página 60)
0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.