O seu mundo em África estava a chegar ao fim; não creio que nenhum dos presentes pusesse isso em causa, apesar de todos os discursos e cerimonial; mas todos estavam tranquilos, a desfrutar o momento, a encher a velha sala com os seus risos e conversas, como se não se importassem com o que viria a acontecer, como pessoas que sabiam viver com a história.
Metade da Vida de V. S. Naipaul (páginas 229 e 230)
0 respostas

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.