Por Deus, tanta alegria num único instante! Que vida tão maravilhosa de dois minutos!
Contos de S. Petersburgo de Nikolai Gógol (página 32)
1 responder

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.