terra incógnita

Terra Incognita é o nome da nova coleção de literatura da Quetzal. Mais do que livros de viagens, com um formato especial, a Terra Incognita reúne títulos e autores que desprezam a ideia de turismo e fazem da viagem um modo de conhecimento. O relato de viagens é, provavelmente, o género literário mais comum desde o princípio dos tempos. Hoje, quando o mundo é um gigantesco ecrã onde tudo está já conhecido, a única coisa que nos resta é o espírito da viagem. Se já não vamos à procura do exótico e do belo, nem do irrepetível, esses livros transmitem uma sabedoria que nos devolve a ilusão e a alegria da viagem. Nada mais natural, portanto, do que uma coleção inteira e propositadamente dedicada ao tema – com estes livros, nenhum mapa vai ficar fora da nossa imaginação.

Quetzal Editores

Para quem, como eu, adora literatura de viagens e muito mais, esta será uma colecção imprescindível.

Já tenho na minha lista de compras os livros:

A LISTA DO QUE JÁ FOI EDITADO [1]

  1. O Grande Bazar Ferroviário de Paul Theroux
  2. Breviário Mediterrânico de Predrag Matvejevitch
  3. Banhos de Caldas e Águas Minerais de Ramalho Ortigão
  4. Yoga para Pessoas que não Estão para Fazer Yoga de Geoff Dyer
  5. Canto Nómada de Bruce Chatwin
  6. Viagem por África de Paul Theroux
  7. Teoria da Viagem de Michel Onfray
  8. Danúbio de Claudio Magris
  9. O Velho Expresso da Patagónia de Paul Theroux (já lido noutra colecção da Quetzal)
  10. Viagens Sem Bola de Rui Miguel Tovar
  11. Na Patagónia de Bruce Chatwin
  12. Pela Terra Alheia. Notas de Viagem de Ramalho Ortigão

[1] a actualizar conforme os meus desejos

4 respostas
  1. porta VIII
    porta VIII says:

    O REGRESSO DA TERRA INCOGNITA.
    Danúbio, de Claudio Magris, e O Velho Expresso da Patagónia, de Paul Theroux, que acaba de conquistar o Edward Stanford Award pela Excelente Contribuição para a Literatura de Viagens, marcam o arranque desta nova jornada da coleção Terra Incognita e estão disponíveis a partir de hoje em todas as livrarias. O primeiro com tradução de Miguel Serras Pereira, o segundo vertido para português por Nuno Guerreiro Josué.

    Boa notícia.

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] no interior do livro O Grande Bazar Ferroviário de Paul Theroux da colecção Terra Incógnita da editora […]

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.