21 Jun
21.06.2019 — Fala do Jardim da Morte, bem sei.
— Sim, a Morte. A Morte deve ser tão bela. Repousar debaixo da terra, com as ervas ondeando ao vento sobre o nosso corpo, ouvindo o silêncio em toda a volta. Não ter ontem nem amanhã! Esquecer o tempo, perdoar a vida, estar em paz! Talvez possa auxiliar-me, abrir-me as portas da Morte, porque o Amor vive em si, Miss Otis, e o Amor é mais forte do que a Morte.
O Fantasma de Canterville e Outras Histórias por Oscar Wilde (página 44)
etiquetas: , , , , , , , ,
0 respostas

deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!
%d bloggers like this: