a sociedade dos sonhadores involuntários de josé eduardo agualusa

O jornalista angolano Daniel Benchimol sonha com pessoas que não conhece. Moira Fernandes, artista plástica moçambicana, radicada em Cape Town, encena e fotografa os próprios sonhos. Hélio de Castro, neurocientista brasileiro, filma-os. Hossi Kaley, hoteleiro, antigo guerrilheiro, com um passado obscuro e violento, tem com os sonhos uma relação ainda mais estranha e misteriosa. Os sonhos juntam estas quatro personagens num país dominado por um regime totalitário à beira da completa desagregação.

Wook

Realmente fantástico. José Eduardo Agualusa nunca deixa de surpreender.

Com uma narrativa poética e comovente, viajando entre o passado e o presente da vida das personagens o autor apresenta um mundo cruel e caótico. O sonho será o mecanismo que permitirá transformar esse mundo em queda, num mundo mais equilibrado; enfim erguer uma Angola mais sensata.

O sonho é libertador?!

3 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.