perdido e achado de stephen king

16 Mar
16.03.2020

Um thriller arrepiante sobre um leitor com uma obsessão por um escritor… protagonizado pelo mesmo trio de heróis improváveis apresentados em Sr. Mercedes.
1978: Morris Bellamy está tão obcecado por John Rothstein, um icónico autor norte-americano, que era capaz de matar para conseguir um livro inédito do escritor.
2009: Pete Saubers, um rapaz cujo pai foi brutalmente ferido por um Mercedes roubado, descobre uma mala cheia de dinheiro e os cadernos de Rothstein.
2014: Depois de trinta e cinco anos na prisão, Morris sai em liberdade condicional. E está determinado a recuperar o seu tesouro.

Cabe agora a Bill Hodges, detetive reformado que gere uma empresa de investigação chamada Finders Keepers, salvar Pete de um Morris cada vez mais desvairado e com sede de vingança…

Wook

Perdido e Achado é o prelúdio para o último livro da trilogia. Bill Hodges intuí, pelas visitas que vai fazendo e pelos relatos do pessoal hospitalar, que Sr. Mercedes desde que saiu de coma está diferente. Ainda não sabe como, mas a sua intuição apita avisos.

Perdido e Achado de Stephen King não tendo o poder narrativo de Sr. Mercedes não deixa de ser uma leitura delirante, coesa e irritante, no sentido em que estimula os nervos a virar página atrás de página.

Tradução de Ana Lourenço.

etiquetas: , , , , ,
1 resposta

trackbacks & pingbacks

  1. […] Mercedes não merecia uma trilogia que foi perdendo potência. Já o segundo volume, “Perdido e Achado” não tendo o poder narrativo do primeiro volume, ainda consegue prender o leitor; com este […]

deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!
%d bloggers like this: