pontos de vista

Ontem estive por 2 minutos com um grande amigo que já não via há mais de 2 meses.

O que reparei, assim, de relâmpago foi no cabelo, cheio de cabelos brancos a desafiarem o que era uma cabeleira escura.

— Estás a ficar velho meu caro, cheio de cabelos brancos!
— Nem eu escapo, retorquiu gozão.

Quando olhei, mais tarde, ao espelho da casa-de-banho, vi-me com tantas brancas e constatei que às vezes é necessário ver a idade a passar nos outros para absorvemos o nosso caminhar para a velhice.

0 respostas

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.