coincidências ou não?

Alguns dos livros que vou lendo estão de alguma forma ligados entre si. Ora vejamos, textos retirados do livro “O Homem Que Escrevia Azulejos” de Álvaro Laborinho Lúcio.

— Este é o papagaio de Flaubert. O verdadeiro.

página 206

Uma referência que eu colo ao livro “O Papagaio de Flaubert” de Julian Barnes.

Uma conversa com Félicité é sempre uma aventura.

página 206

Aqui fala-se claro da personagem do maravilhoso conto “Um Coração Simples” de Gustave Flaubert.

2 respostas
    • porta VIII
      porta VIII says:

      Qualquer livro de Flaubert é um clássico. Este conto comprova a sua genialidade. Escreveu poucos livros, mas todos são a prova da sua mestria.

      Responder

deixar uma resposta

deseja juntar-se à discussão?
esteja à vontade para contribuir!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.