“las castas”

(…) O painel gostaria de classificar e distinguir rigorosamente — até no traje — as castas, sociais e raciais, mas acaba por exaltar involuntariamente o jogo caprichoso e rebelde do eros, o grande destruidor de qualquer hierarquia social fechada, que confunde e baralha as cartas ordenadas, que mistura os ouros às copas ou às espadas para tornar possível e aprazível o jogo.
Na penúltima casa, o fruto dos amores do Tente En El Aire e da Mulata deixa perplexo o talento taxonómico do classificador anónimo, que efetivamente o define como «Noteentiendo».
Danúbio de Claudio Magris (página 39)
1 responder

Deixar uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.