quando o cuco chama de robert galbraith

Quando uma jovem modelo, cheia de problemas na sua vida pessoal, cai de uma varanda coberta de neve em Mayfair, presume-se que tenha cometido suicídio. No entanto, o seu irmão tem dúvidas quanto a este trágico desfecho, e contrata os serviços do detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra – com sequelas físicas e psicológicas – e a sua vida está num caos. Este caso serve-lhe de tábua de salvação financeira, mas tem um custo pessoal…

Wook

Arrisquei-me nesta leitura e não fiquei desapontado.

É um bom romance policial com uma personagem principal cativante que se movimenta num interessantes enredo.

Foi uma boa aventura.

Tradução: Maria Georgina Segurado e Rita Figueiredo

revista amanhecer #38

Cá está a nova Revista Amanhecer #38 (2020) que contém uma história minha.

Uma vez mais a Revista Amanhecer revela-se imprescindível ao espelhar as inúmeras faces do Agrupamento de Escolas de Barcelos. Com conteúdos mais que sumarentos é uma leitura obrigatória.

Uma lufada de ar fresco.

causas e consequências

Quando algo nos ocorre que foge à rotina tentamos encontrar o acontecimento catalisador desse evento. No meu caso é a compra e utilização da bicicleta elíptica – que não existam dúvidas.

Desde essa altura tive uma crise de gota no pé direito; tenho frieiras nos dedos dos pés e kaboummm uma tendinite da coifa.

O que me vai mais acontecer? Não sei. Na dúvida vendi a bicicleta.

fragmento.000481

A infâmia atrai as cumplicidades: Mengele foi solto pelos americanos, talvez ajudado pelos ingleses, escondido por frades, protegido pelo ditador do Paraguai. Sem dúvida, não é o nazismo a única barbárie existente neste mundo, e hoje condenar a violência nazi, que deixou de constituir uma ameaça, serve a muitos para esconder outras violências, cometidas sobre outras vítimas de outra raça e cor, e para assim se porem em paz com a consciência mediante uma profissão de fé antifascista. Mas também é verdade que o nazismo foi um apogeu, um cume inultrapassado da infâmia, o mais estreito nó que alguma vez se travou entre uma ordem social e a atrocidade.
Danúbio de Claudio Magris (página 103)

pois sim!

Ela entra no quarto e vê-me deitado na cama, embrulhado em duas mantas, a olhar impávido, concentrado ao máximo, para o ecrã preto da televisão, de cenho franzido.

“O que estás a fazer aí pasmado a olhar para a televisão?”

“A ligar a televisão com o poder da mente.”

“Não estás com muita força mental! Ah! Ah! Ah!”

“Muitas interferências. Muito wi-fi a atravessar-me o corpo”, e nessa altura estico o meu braço direito e arrojo um rrrrrrrrrrrrrrrhhhh. Ela virou-me as costas e saiu do quarto suspirando um longo “ó nossa senhoraaaa.” Ela quando suspira consegue ainda ser mais sensual. Um dos meus objetivos diários é conseguir da minha amada o maior número de lamentos doces e melodiosos. E a televisão continua em preto.

Recupero o livro, Quando o Cuco Chama, escondido pelas mantas, e recomeço a leitura.

Algum tempo depois ouço passos. É ela a aproximar-se do quarto. E o que vê quando entra? Uma pessoa deitada na cama, embrulhada em duas mantas, a olhar impávida, concentrada ao máximo, para o ecrã preto da televisão, de cenho franzido. “A sério! Vais continuar com essa parvoíce?”

“Sei que vou conseguir em breve. Arrrrrrrrrrrrrrrrrrrrh. Já eliminei alguns dos ruídos de fundo. Arrrrrrrrrrrrrrrrrrrrh.” E não é que a televisão acordou e exibiu orgulhosamente o seu logotipo antes de colorir o quarto com cores 4k.

“Satisfeito?”, disse ela ao atirar o comando da televisão para cima da cama enquanto abandonava ondulantemente o quarto.

Afinal tenho muita força mental, pois sim.

fragmento.000480

O arquivista de ofensas [1] regista com agrado a corrupção da vida, que também a ele o riscará do mundo, mas que do mesmo modo e sobretudo apagará todas as vilezas. A universalidade da morte corrige a da estupidez e a da maldade. Mas todo o livro escrito contra a vida, disse Thomas Mann, constitui uma sedução no sentido de a viver; por trás da persistente negação oposta por Thrän à maldade das coisas há também um pudico amor pela realidade, pelo riso e pelas ruas que ele media com inabalável precisão. Talvez o amigo sincero da vida não seja o pretendente que a corteja com adulações sentimentais, mas o apaixonado infeliz e rejeitado que se sente expulso dela, escrevia Thrän, como um velho móvel fora de moda.
Danúbio de Claudio Magris (páginas 88/89)

[1] Georg Karl Ferdinand Thrän (1811-1870) foi Mestre construtor da catedral em Ulm (Ulmer Münster).

quando o cuco chama

Há mais de 3 dias que ando a questionar os meus queridos familiares com:

— O que fazes “quando o cuco chama”?
— Ah! O que queres?
— Diz-me, o que fazes “quando o cuco chama”?
— Estás tolo?
— A sério, o que fazes “quando o cuco chama”?
— Outra vez?

Não tenho recebido qualquer resposta adequada. Apenas insultos e abanares de cabeça. E, também, muitos suspiros.

fragmento.000479

O país preparava-se para o dia das eleições. Strike recolheu-se cedo no domingo e assistiu no seu televisor portátil ao resumo do dia, em que eram apresentadas as gafes, os desmentidos e as promessas. Apercebia-se de um certo ambiente de desânimo em todas as noticias que via. A dívida nacional era tão grande que era difícil compreender a sua dimensão. Vinham aí cortes, vencesse quem vencesse; cortes profundos e dolorosos; e, por vezes, com as suas palavras ambíguas, os líderes partidários faziam lembrar a Strike os cirurgiões que lhe tinham dito com cautela que poderia vir a sentir um certo desconforto; eles, que nunca sentiriam na pele a dor que ia ser-lhe infligida a ele.
Quando o Cuco Chama de Robert Galbraith (página 315)

fragmento.000478

Toda e qualquer vida se decide na capacidade de crença ou na sua ausência, toda e qualquer viagem se joga entre a pausa e a fuga.
Danúbio de Claudio Magris (página 75)

de lado – 0126

Ele deixou o sol bronzear a sua barriga tão bem depilada. Acabou por sucumbir ao cansaço de uma noite mal dormida e adormeceu no jardim ao bzzz monótono das abelhas. Acordou mais tarde e descobriu que alguns caracóis confundiram o monte branco da sua barriga com uma pista de esqui.