holy #1

Banda desenhada da responsabilidade de Rafael Marques (argumento) e Katiurna (desenhos) Holy #1 foi lançada no formato tradicional, em papel, durante o mês de Novembro, foi uma excelente, mas excelente ideia.

Com base na premissa, “Num mundo cheio de corrupção e crime, os anjos deixaram de ser uma fonte de justiça e fé, mas sim guarda-costas para aqueles que possam pagar pelos serviços.“, os autores constroem uma história sólida e com boas pernas para andar.

Ansioso pela continuação, porque isto é do que gosto.

primeiro e segundo

Primeiro manda-me uma boca: “A crossbow? I prefer to strike my enemies face to face.”

Depois elogia: “It almost did, were it not for this champion.”

Cínico e esquisito.

mais cenas de mounts / 360-400

Uma mount é pela escolha do Convenant. As outras duas droparam, naquela!

livros na palete – posição 051

  • Fabulosos X-Men, vol. 01 de 04 – este primeiro volume reúne os primeiros 5 comic books, com argumento de Brisson, Matthew Rosenberg e Kelly Thompson e desenhos do turco Mahmud Asrar.
  • Quarteto Fantástico, vol 01 – a série Quarteto Fantástico compila os números da 6.ª série norte-americana Fantastic Four, atualmente em publicação nos EUA. O argumento compete a Dan Slott. Quanto aos desenhos deste volume, estão a cargo de Sara Pichelli, Simone Bianchi, Scottie Young e Nico Leon. (informação copiada do site Bandas Desenhadas)
  • O Infinito Num Junco de Irene Vallejo
  • O Amante do Vulcão de Susan Sontag
  • Rugas de Paco Roca
  • Os Melhores Contos de Lovecraft de Howard Lovecraft
  • Holy #1 de Rafael Marques e Katiurna

a entrada em revendreth

Um entrada catastrófica.

A loucura é total!

thorgal na versão tinker bell

Já vi muita coisa, mas nunca um orc neste estado – transformado numa tinker fairy

cenas de pormenores

Algumas cenas de Shadowlands.

o que pode ser uma espiral de fibonacci

Não fiz printscreen das outras zonas.

cada zona tem uma janela da questline principal diferente – ardenweald
cada zona tem uma janela da questline principal diferente – revendreth (update 29.11.2020)
cada zona tem uma janela da questline principal diferente – the maw (update 01.12.2020)

Isto recorda-me da série Walker, Texas Ranger.

o desafio, situação 2.0.1b

Esta entrada serve para me explicar o ponto de situação do desafio. Aqui é colocado o print comprovativo do neco estar a nível máximo (Shadowlands).

01. Hyperbole (Blood Elf) ♀

02. Hypertext (Blood Elf) ♂

03. Apophasis (Orc) ♀

04. Thorgal (Orc) ♂ (update 28.11.2020)

05. Hystérique (Undead) ♀

06. Zombillénium (Undead) ♂

07. Monnaie (Goblin) ♀

08. Capitaliste (Goblin) ♂

09. Raplapla (Tauren) ♀

10. Président (Tauren) ♂

11. Zapping (Nightborne) ♀

12. Couvert (Nightborne) ♂

13. Pâté (Pandaren) ♀

14. Microsecond (Pandaren) ♂

15. Bonneterre (Hightmountain Tauren) ♀

16. Malaterre (Hightmountain Tauren) ♂

17. Chlorophylle (Zandalari Troll) ♀

18. Soufflé (Zandalari Troll) ♂

19. Secrétaire (Troll) ♀ 

20. Chassis (Troll) ♂

21. Pochette (Mag’har Orc) ♀

22. Kaledine (Mag’har Orc) ♂

23. Croquis (Vulpera) ♀

24. Vulpiano (Vulpera) ♂

01. Vinaigrette (Human) ♀

02. Magnésium (Human) ♂

03. Carotte (Dwarf) ♀

04. Dugelo (Dwarf) ♂

05. Tumultum (Dark Iron Dwarf) ♀

06. Silentium (Dark Iron Dwarf) ♂

07. Pixelate (Gnome) ♀

08. Humuculum (Gnome) ♂

09. Pedestriana (Night Elf) ♀

10. Wazzer (Night Elf) ♂

11. Bonacieux (Draenei) ♀

12. Additive (Draenei) ♂

13. (Void Elf) ♀

14. (Void Elf) ♂

15. (Worgen) ♀

16. (Worgen) ♂

17. (Lightforge Draenei) ♀

18. (Lightforge Draenei) ♂

19. (Kul Tiras) ♀ 

20. (Kul Tiras) ♂

21. (Mechagnome) ♀

22. Metallum (Mechagnome) ♂

a guerra dos reinos: crônicas de guerra, vol. 01 de 03

Este volume vale a pena. Mais que divertido. Mais que violento. Mais que sangrento.

Ansioso pela continuação.


As minhas leituras do crossover A Guerra dos Reinos (The War of the Realms):

(…) Mas vou sobretudo ao metro ouvir o que se passa. E aos bares e cafés. E sabe que mais?
— O quê?
— As pessoas não falam sobre nada de jeito.
— Oh, que ideia! Devem falar, com certeza.
— Não, não falam. Dizem uma série de marcas de automóveis ou de roupas, falam de piscinas sobretudo, e dizem que é tudo muito giro! Mas todos dizem as mesmas coisas, e ninguém diz nada de diferente.
Fahrenheit 451 de Ray Bradbury (página 54)