Artigos

o café

Há muitos anos que não conspurco o café com açúcar, mas ainda retenho o hábito irritante de mexer no líquido com uma colher de café. Acho uma actividade hipnotizante, apesar de incoerente.

escrevo

Escrevo
em avulso,
por grosso.
Assim e assado!

Escrevo palavras
açucaradas,
azedas,
insossas,
mas nunca salgadas.
O sal é sagrado.
Beatifica-me o corpo
e o espaço.

Escrevo palavras
planas,
convexas,
côncavas,
mas nunca espelhadas.
O espelho é cópia.
Reflecte-me o real
e o virtual.

Sombras de beatas.

Escrevo um sim.
Escrevo um não,
mas nunca um talvez.
Se não estou tramado
com a indefinição.

le scat noir #218

Le Scat Noir #218 já está disponível para download e está cheio de coisas doces – ou nem por isso. Depende, sempre, da quantidade de açúcar que cada um de nós necessita.

Ah! E também tem umas coisas minhas. Incluindo uma história de apenas 50 palavras.

toti

O governo num jogo de ancas ímpar a nível mundial está a pensar criar um novo imposto para o cidadão português.
Já se sabe que para o governo português qualquer individuo não é uma mais valia nacional, mas apenas uma fonte de dinheiro para pagamento de taxas, impostos, tributos…

Assim, nesta mesma linha de pensamento, o governo tem para aprovação no próximo conselho de ministro o TOTI (Taxa de Ocupação Territorial para Indivíduos). Este imposto tem como objectivo cobrar a ocupação de cada pessoa medida pelo seu peso e pelo seu diâmetro da cintura. A preocupação do governo ao contrário do que se possa pensar não é obter dinheiros extras para os cofres do estado, mas cultivar o culto do corpo elegante e saudável sem se cair na bulimia nem na anorexia. Sem esquecer que menos peso não maltrata tanto o planeta terra.

Neste seguimento as cadeias de fast-food vão ser taxadas com um IVA especial e temporário de 32%

Naturalmente a AGPS (Associação dos Gordos Por Que Sim), a AGPTS (Associação de Gordos Por Que Tem de Ser), o clube OBS (Obesos, Belos e Sensuais) e a, entidade com fins pouco lucrativos, BIFE (Balofos, Intensos, Fortes mas Elegantes) revoltam-se contra o TOTI que entendem ser inconstitucional e ameaçam boicotar a compra de tripas, gomas de açúcar, pastéis de nata, suspiros, farturas e pasmem-se avançam, igualmente, com o cancelamento de assinaturas da revista Epicuro.

As associações do sector de comes & bebes encabeçadas pelo monstro sindical SINCOP (Sindicato do Coração Preocupado) ameaçam inundar o mercado com uma produção massiva de doces caramelizados com adoçante e o não fornecimento de bifanas nas próximas romarias.

Surgiu entretanto um slogan de luta: “Gordos ao poder pela força do comer.”

Estaremos perante uma revolução das tripas?

praia

E os patos chegaram à praia.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Recordações… duas carteiras de açúcar.