Artigos

falbala

Falbala foi oferecida hoje pela minha mais-que-tudo.

mais um boneco

Consegui obter mais um boneco na excelente galeria de personagens “Astérix”.

Depois de Assurancetourix ou, na versão da ASA, Cacofonix; agora Abraracourcix, ou Matasétix.

um novo boneco

Outra decoração.

outro pormenor

Hoje reparei neste pequeno pormenor de uma prateleira. O esquilo neurótico a olhar para o Ideiafix.

ideiafix

A nova decoração das minhas estantes.

puzzle

Tenho pelas paredes da minha casa “agrafado” tudo e mais alguma coisa excepto quadros (originais ou cópias) no sentido estrito do termo.
No meu quarto de dormir tenho:
# um puzzle de 1500 peças com uma paisagem ao estilo de M.C.Escher
# um desenho caricatura com o meu filho e eu feito por aquelas máquinas de shopping
# uma fotografia enorme com a minha mulher e eu (ainda namorados)
# uma fotografia do filho mais velho
# e noutro lado um desenho feito por mim em 1989 da minha mulher

No quarto do mais velho:
# um puzzle de 1000 peças com as personagens do Astérix
# diploma da escola
# desenho do Winnie The Pooh
# um puzzle de 500 peças (estilo paisagem com nuvens em forma de cavalos – lindo)
# um poster enormeeeeeeeeee do Taken
# e mais coisas que não me lembro

No quarto da mais nova:
# um puzzle Disney de 1000 peças (das princesas)
# e mais coisas que não me recordo

Nos corredores fora as estantes de livros, apenas:
# um quadro com uma capa do Dare Devil
# um quadro com um desenho do The Conan Future Boy
# e uma foto tirada no Zoo de Lisboa em 2000?

Na sala:
# dois puzzles de 1000 peças cada com paisagens sub-marinhas?
# 1 puzzle de 500 peças de um Farol Ar Men
# um quadro com cartas de Magic
# um quadro com o mapa da Middle Earth
# 7 fotografias 40cmx30cm (árvores, estrela-do-mar, rã, etc…)

Deu para perceber que os puzzles abundam! Agora estou a começar a decorar o escritório com puzzles. Coloquei outro de 1000 peças com uma paisagem, também, ao estilo de M.C.Escher.

puzzle

puzzle

Ainda faltam emoldurar:
# 1 puzzle do Mordillo (1000 peças)
# 1 puzzle de uma paisagem submarina (1000 peças)
# 1 puzzle com leões (1000 peças)
# 1 puzzle do sistema solar (1000 peças)
# 1 puzzle de um feiticeiro e um dragão (2000 peças)
# 1 puzzle de uma paisagem natural (3000 peças)
# 1 puzzle de Luis Royo (500 peças) – este vai ficar pelas mãos da minha irmã; uma crava!?
# 1 puzzle de Winnie The Pooh

É um gosto excessivo por puzzles ou mesmo obsessão?

o aniversário de astérix e obélix – o livro de ouro

Como já tinha dito encomendei o último Astérix de Ouro.

É um bom presente de aniversário para os nossos heróis gauleses e para os leitores.

Adorei-o.

É uma leitura sumarenta.
É um álbum diferente.

Desta vez Uderzo reconciliou-se, pelo menos, comigo.

cromos, astérix

astérix, cromos

astérix, cromos

As coisas que “mim” vai descobrindo nas tralhas que carinhosamente desejo arrumar.

Tenho, como deve ser, a colecção de cromos de Astérix completa. E numa simples caderneta de cromos somos bafejados por desenhos de vários álbuns do Astérix.

A caderneta data de 1997 e custou-me 130$00 e não sei, nem quero saber, quanto gastei para a completar.

Claro que a caderneta não é nada de especial. Apenas serve de exemplo às loucuras que vou fazendo quando adoro certas personagens de banda desenhada. E com esta minha idade já não tenho remédio.

Infelizmente não descobri, ainda, e talvez nunca o descubra, a minha colecção de cromos do Tintin – a colecção mais difícil de completar.

rock derby

Rock Derby é uma criação de Greg (Michel Regnier). O seu aparecimento ocorreu na revista Tintin após Hergé lhe encomendar duas personagens inéditas. Em Fevereiro de 1960 surge Rock Derby (1960-1963).
A propósito da sua criação para a revista Tintin Greg afirma:

Le journal Tintin était effectivement très calme. L’expression qui venait à l’esprit pour le définir, c’était «Piam ! Piam !»… Pas un pas plus rapide que l’autre ! Moi, je voulais que ça bouge. Il faut dire aussi que je sauvais les apparences, parce qu’il y avait beaucoup de fautes de dessin dans Rock Derby… Or, quand ça galope et ça castagne, on repère moins les erreurs graphiques!

As aventuras de Rock Derby são aventuras divertidas muito bem conseguidas e com desenhos cativantes. Greg sempre soube prender a atenção do leitor.
As aventuras que possuo são todas da Colecção Vedeta das Edições Lello & Irmão. E curiosamente tenho o número 38 “Rock Derby, Os Ladrões de Bonecas” [1975] (Les Voleurs de Poupées) repetido.

Por isso quem o desejar terá de responder acertadamente, não o entrego de mão beijada, naturalmente, a uma pergunta:
Qual o erro existente no álbum Astérix Nos Jogos Olímpicos?

Rock Derby, Os Ladrões de Bonecas, Greg
tradução: Maria Teresa Lello Ramos Pinto
editor: Lello & Irmão – Editores
descrição: capa do livro Rock Derby, Os Ladrões de Bonecas

erros de continuidade em bd

Ontem folheei uma antiga revista BoDoï. E para quem não saiba a BoDoï foi fundada em 1997 e publicada mensalmente até ao número 122. Actualmente existe apenas no universo virtual.
A BoDoï tinha uma rubrica muito engraçada, chamada “Le Pinailleur”, que era sobre os erros de continuidade, sobre gaffes descobertas nas vinhetas dos álbuns de bd.

A BoDoï em questão – BoDoï n.º 11, Agosto/Setembro 1998 – mostrava um erro de “continuidade” no álbum “Astérix Um Presente de César”, n’ “As Aventuras de Blake e Mortimer – O Enigma da Atlântida” e n’ “O Incal Negro”. A revista refere ainda mais 4 vinhetas/álbuns, mas como não os tenho não vou falar delas.
Chegado a casa fui pesquisar nos álbuns editados em português que possuo para verificar se os erros se mantinham. Claro que era óbvio, pela natureza do erro, que o constante no álbum de Astérix seria impossível não estar na edição portuguesa. Ora aqui estão:

1º erro – “Astérix Um Presente de César” (edição pela Meribérica/Liber, 1986)

asterix um presente de cesar

vinheta na página 10 (2)

asterix um presente de cesar

vinheta na página 16 (3)

2º erro – “O Enigma da Atlântida” (edição pela Meribérica/Liber, 1987). Foi corrigido em edições posteriores.

atlantida

vinheta na página 21 (4)

3º erro – “O Incal Negro” (edição pela Editorial Futura, 1983)

o incal negro

vinheta na página 22 (5)

imagem (1)
descrição: logo da revista “BoDoï
imagem (2 e 3)
descrição: vinhetas do álbum “Astérix Um Presente de César” da Meribérica (1986) Na primeira vinheta uma casa elegante e limpa, na segunda uma casa toda danificada.
imagem (4)
descrição: vinheta do álbum “O Enigma da Atlântida” da Meribérica (1987) AMÉRICA DO SUL a identificar a AMÉRICA DO NORTE
imagem (5)
descrição: vinhetas do álbum “O Incal Negro” da Editorial Futura (1983)
Pode não ser um erro. A contagem é …15 …14 …()  …12 …11 …10 (mas falta o número 13)