Artigos

a guerra dos reinos, vol. 03 de 03

O terceiro e último volume de A Guerra dos Reinos finaliza a série principal, bem como algumas paralelas. The War of The Realms conta com argumento de Jason Aaron e desenhos de Russell Dauterman. Quanto a The War of the Realms: Journey into Mistery tem argumento dos McElroys (leia-se Clint, Griffin, Justin e Trevis McElroy) e desenhos do português André Lima Araújo. Por fim, Dennis Hallum com Kim Jacinto e Ario Anindito são os autores de The War of The Realms Strikeforce: The War Avengers.

Adorei este crossover. Este volume tem bons momentos. Acção e humor.


As minhas leituras do crossover A Guerra dos Reinos (The War of the Realms):

livros na palete – posição 002.2021

  • Demolidor, vol. 01 (3.ª série), compila os números da actual série do Demolidor nos EUA
  • Fabulosos X-Men, vol. 03 de 04 (prossegue a publicação da totalidade das 22 revistas da 5.ª série norte-americana de Uncanny X-Men.)
  • A Guerra dos Reinos, vol. 03 de 03 (último volume – finaliza a série principal, bem como algumas paralelas.)
  • A Guerra dos Reinos: Crônicas de Guerra, vol. 03 de 03 – conclui The War of the Realms: The War Scrolls e Gian-Man, apresentando ainda os 3 números de The War of the Realms: Spider-Man and the League of Realms.
  • Thor, vol 03 de 04 – continua a compilar a quinta série norte-americana de Thor. (informação obtida no site Bandas Desenhadas)

rio, vol. 3: carnaval selvagem de louise garcia e corentin rouge

Rio de Janeiro – Uma cidade onde a vida é uma luta!
O Carnaval está cada vez mais próximo e o Rio e as suas favelas estão em completa ebulição. Quanto a Rúben, vai recuperando com dificuldade da morte da sua irmã, enquanto gere a ONG do seu pai adoptivo, distribuindo víveres e medicamentos aos mais desfavorecidos. É nesse contexto, porém, que descobre que, no seu meio, a fronteira entre política, ajuda humanitária e criminalidade é por vezes muito ténue. Os seus amigos de infância transformaram-se em traficantes e o próprio director da escola com que ele colabora está ligado a Mozar, o líder do gangue local. À medida que se vai fazendo luz sobre os assassinatos da sua mãe e da sua irmã, Rúben enterra-se cada vez mais na obscuridade…

Bandas Desenhadas

Nesta álbum a qualidade mantem-se. História crua, demoníaca, sangrenta – apaixonante!

Tradução: Sara Moreira

prateleira.0003

Nesta prateleira quase só banda desenhada.

No lado esquerdo uma colecção de cromos de animais. No topo jornais, Barcelos Popular, nos quais constam crónicas minhas da década de 80/90 do século passado.

Revistas da Mônica em Inglês e Espanhol.

leituras em 2020

Para me manter na crista da onda vou tentar listar, por que a vida também se faz de listas, alguns dos livros que me satisfizeram ACIMA da MÉDIA em 2020.

  1. Canto Nómada de Bruce Chatwin ⭐
  2. Tony Chu: Galo de Cabidela #10 de John Layman e Rob Guillory
  3. Coração Negro de Naomi Novik (pensei duas vezes em colocar este livro na lista, mas como a fantasia com raras excepções não me enche a barriga destaco este livro por ter-me satisfeito a gulosice)
  4. A Sociedade dos Sonhadores Involuntários de José Eduardo Agualusa
  5. Os Despojados de Ursula K. Le Guin (releitura) ⭐
  6. Viajem a Itália de Johann Wolfgang von Goethe
  7. O Amigo do Deserto de Pablo d’Ors
  8. A Rainha Ginga de José Eduardo Agualusa
  9. Sr. Mercedes de Stephen King
  10. Errata de Nuno Moreira (fotografias) e David Soares (textos) ⭐
  11. 1Q84 (vol 2) de Haruki Murakami ⭐
  12. A Especulação Imobiliária de Italo Calvino
  13. O Homem que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme
  14. 1Q84 (vol. 3) de Haruki Murakami ⭐
  15. O Fim da Solidão de Benedict Wells ⭐
  16. A Praia de Manhattan de Jennifer Egan
  17. Filho de Deus de Cormac McCarthy
  18. Longe de Manaus de Francisco José Viegas
  19. O Expresso Amanhã – Os Sobreviventes de Jacques Lob e Jean-Marc Rochette
  20. Príncipe dos Espinhos de Mark Lawrence
  21. Dois Anos, Oito Meses e Vinte e Oito Noites de Salman Rushdie ⭐
  22. O Papagaio de Faulbert de Julian Barnes
  23. O Homem Corvo de David Soares
  24. Gelo de Anna Kavan ⭐
  25. Histórias de Loucura Normal de Charles Bukowski
  26. Zero K de Don DeLillo ⭐
  27. A Companhia Negra de Glen Cook
  28. O Expresso do Amanhã – O Explorador de Benjamin Legrand e Jean-Marc Rochette
  29. O Expresso do Amanhã – A Travessia de Benjamin Legrand e Jean-Marc Rochette
  30. Rever Paris de François Schuiten e Benoît Peeters
  31. Fahrenheit 451 de Ray Bradbury (releitura) ⭐
  32. Ficções de Jorge Luis Borges (releitura) ⭐
  33. Uma Casa para Mr. Biswas de V. S. Naipaul ⭐
  34. O Defunto Logan #2
  35. Outras Inquirições de Jorge Luis Borges ⭐
  36. Rugas de Paco Roca ⭐

rugas de paco roca

A verificar as estantes reparei que não escrevi sobre a leitura deste livro.

Realmente muito bom – já está.

Tradução: Joana Neves

prateleira.0002

Nesta prateleira só banda desenhada e bonecos:

  1. Soul Eater Death the Kid
  2. Cayde 6

thor, vol. 02 de 04

Neste número, Thor #2, continuamos com boas histórias – continua a compilar a quinta série norte-americana de Thor.


As minhas leituras do crossover A Guerra dos Reinos (The War of the Realms):

rio, vol. 2: os olhos da favela de louise garcia e corentin rouge

RIO, uma saga urbana que percorre impiedosamente as intrincadas ruas do Rio de Janeiro, pondo a nu uma realidade brutal que mais não é do que um retrato acutilante da sociedade brasileira contemporânea.

Rubeus e Nina nasceram numa das maiores favelas do Rio de Janeiro. Os dois irmãos ficam por sua conta no dia em que a sua mãe é assassinada por Jonas, um polícia corrupto do qual ela era informante e amante.

Apanhados por Bakar, juntam-se a um grupo de crianças de rua. Entre pobreza e violência, pequenos truques parecem ser a única forma de sobrevivência. No entanto, outra alternativa surge: a da adopção por uma família rica. Assombrado pelo assassinato da sua mãe e agora responsável pela sua irmã mais nova, Rubeus passa assim da pobreza das favelas e das ruas para a classe média alta brasileira e ficando a conhecer os diferentes lados de uma sociedade mista, brutal e desigual.

Da autoria de Louise Garcia (argumento) e Corentin Rouge (desenhos) esta saga, Rio, de quatro tomos, do qual este é o segundo tomo, não desaponta.

História violenta, crua – apaixonante.

Tradução: Sara Moreira