Tag Archive for: black scat books

arcus nimis intensus rumpitur

03 Jan
03.01.2019

Não sou nada.
Nunca serei nada. 
Não posso querer ser nada. 
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Tabacaria, Álvaro de Campos

about me

While his body strolls through Barcelos (Portugal) Paulo Brito‘s mind wanders here, there, but almost always yon. He has been writing poetry and short stories since the age of 15 for the sake of mental hygiene.

His publications include, fragmentos de um paradoxo (2014), Sons of Man, (Black Scat Books Absurdist Texts & Documents #33, 2017).

He edited and designed The Ironic Fantastic #’s 3 and 5.

His text, drawings, and collages have appeared in miNaturaSein und WerdenThe Ironic FantasticRubicon: An Anthology of Literary and Artistic Work Inspired by Oscar Wilde’s De Profundis (Sybaritic Press), Poetic Diversity, and Dime Show Review. He is a regular contributor to The Black Scat’s online journal, Le Scat Noir.

scat noir encyclopaedia

04 Dez
04.12.2017

O livro Scat Noir Encyclopaedia teve hoje o seu lançamento. Na capa está em exibição um dos meus rabiscos e no interior um texto.

É uma boa prenda. O livro pode ser adquirido seguindo este link.

le scat noir #228

01 Out
01.10.2017

As you might imagine, putting out a monthly journal such as LSN requires many man-hours (that may sound sexist but the alternative sounds like crap), i.e., hours of intense labor, stress, irritation, befuddlement, blood, sweat, and farts.

September’s “Cryptlipo” issue marked our eleventh month as “the only free journal of its kind in America.”
Now, with number 228 heralding a year of digital thrills, LSN becomes “the only journal of its kind in America.”

That still says a lot.

from Black Scat Books

Dig in: http://blackscatbooks.net/le-scat-noir.html

Como sempre, fico orgulhoso por estar representado no LSN.

le scat noir #224

01 Jun
01.06.2017

Além de ter uma história incluída, que é mais outro diálogo absurdo (“how to win a conversation“), enfim umas breves linhas, ao melhor estilo telegrama e, um desenho, “deadpool“, tenho, igualmente, neste excelente número uma referência ao lançamento do meu livro Sons of Man.

É sempre um prazer colaborar para este revista e ter o meu nome lado a lado com artistas tão loucos: saudavelmente.

sons of man

23 Abr
23.04.2017

O meu livro Sons of Man já está disponível para compra. É editado pela Black Scat Books; com prefácio de Mercie Pedro e Silva.

Esqueçam a Mona Lisa, o tema da pintura clássica de René Magritte, Le fils de l’homme (1964), foi transformado em um icónico everyman – forçado a enfrentar as forças da vida contemporânea.

O artista português Paulo Brito reanima a misteriosa figura numa série de colagens satíricas que não esquecerá em breve.

O futuro do Dada está aqui!

nota de lançamento

Clique aqui para o comprar (MagCould)


Após me pedirem uma solução de compra para residentes em Portugal informo que o pagamento pode ser feito por transferência bancária:
contacte para mais informações sons.of.man@outlook.pt

sons of man, cover

21 Abr
21.04.2017

A capa final do livro Sons of Man, (Black Scat Books Absurdist Texts & Documents #33, 2017), já foi revelada.

sons of man, preview

15 Abr
15.04.2017

É com prazer que divulgo a capa do livro de colagens inspirado na pintura “Le Fils de l’homme” [Son of Man] (1964) de René Magritte.

Se tudo correr bem será um dos livro editado brevemente pela editora Black Scat Books – e está muito bem acompanhado.

le scat noir #222

01 Abr
01.04.2017

O número 222 de Le Scat Noir (edição de Abril) supera-se e eleva uma vez mais a fasquia da exigência. Tem sido um projecto audacioso, que com ousadia e coragem comprova que o absurdo está vivo e recomenda-se.

Black Scat Books está continuamente de parabéns. O número desta edição pode ser obtido neste link.

pollice verso

20 Fev
20.02.2017

O meu texto pollice verso foi publicado no número 220 (fev.2017) do Le Scat Noir – Black Scat Books e é dedicado ao meu eterno amigo Jorge Dias.

09 Fev
09.02.2017

His favorite motto was: We are not cattle. His program: Eat, drink and be idle.

Double Over by Alphonse Allais

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!