Artigos

príncipe dos espinhos de mark lawrence

Ao longo de quatro anos, Jorg cresce no seio de batalhas sangrentas, amadurece em guerras impiedosas, torna-se um guerreiro cruel e vai ganhando o respeito dos seus irmãos até que se torna o seu líder. Agora, um reencontro vai levá-lo de volta ao castelo onde cresceu e ao pai que abandonou. O que vai encontrar não é o mesmo sítio idílico de que se lembra, mas o príncipe que agora retorna também não é mais a inocente criança de outrora, é o Príncipe dos Espinhos.
Com apenas 9 anos, numa emboscada planeada pelo inimigo para erradicar a descendência real, o príncipe Jorg Ancrath é atirado para dentro de um espinheiro, onde fica preso, com espinhos cravados na sua carne, a ver, impotente, a mãe e o irmão mais novo a serem brutalmente assassinados.
De alma destruída, sedento de sangue e de vingança, Jorg foge da sua vida luxuosa e junta-se a um bando de criminosos e mercenários, a quem passa a chamar de irmãos. Na sua mente há apenas um pensamento, matar o Conde de Renar, o responsável pelas mortes da mãe e do irmão, pelas suas cicatrizes e pela sua alma vazia.

Topseller

Depois de um planeta terra devastado por uma, aparente guerra nuclear, as pistas estão lá, surge milénios depois um mundo de fantasia dilacerado pela guerra. E é neste novo mundo medievo que a personagem Jorg Ancrath percorre o seu caminho de vingança.

Temos uma história bem cadenciada, violenta, até mais violenta do que a A Lâmina, na qual a crueldade é o prato do dia.

A personagem Jorg é amoral, e está bem acompanhado pelos seus “irmãos”, e apesar de ser cruel, maldita desejamos que vença. O mal tem de compensar… às vezes.

Gostei. Foi mais do que catita.

Tradução de Renato Carreira

lol, camouflage 8.1 – ishmael

The ship raced fast and the Jolly Roger waved proudly. Kissed by a steady wind the “Black” galleon caressed the waves sensuously – elegant. The buccaneers, led by Black Dog, knew that they would find good fortune as soon as they left the Bristol Harbor behind. Black Dog always had an ace up his sleeve, but this time he had the full deck. Black Dog obtained from Walter Raleigh, his great friend still imprisoned in the Tower of London for having seduced a handmaid of Queen Elizabeth I, the indication that El Dorado was located in the area of Guyana; in the tropical rain forest that extends from the mouth of the Orinoco to the Amazon: a better tip than this, impossible. Black Dog did not need great encouragement to aim to confirm firsthand the confidential information. If this proved to be true, Walter Raleigh would be a great friend; if it were false, Raleigh would not go through the shame of having been deceived. There are currently not many friends, true friends, like Black Dog: right? A golden friendship!
They landed on Tortuga for a light decompression and refueling. When they spotted Barbados, Black Dog ordered the crew to assemble on the deck. From the top of the castle, he told them they were going in search of the mythical El Dorado. His companions of fortune shouted sonorous “Hurrahs” and in joy sang the song:
‘Fifteen men on the dead man’s chest
Yo-ho-ho, and a bottle of rum!
Drink and the devil had done for the rest
Yo-ho-ho, and a bottle of rum!’

[… an excerpt …]

castelo rodrigo 1.0

Na aldeia Histórica de Castelo Rodrigo.

gato preto

Um gato a passear na aldeia de Castelo Rodrigo, Guarda, Portugal.

em guimarães i

Em Guimarães. O castelo.

igreja matriz de escalhão

Pelo que me foi dado apreciar o interior da igreja aparenta estar em ruínas. Não tive a felicidade contudo de apreciar algumas sepulturas que foram “mudadas” para o cemitério adjacente.

igreja matriz de escalhão – figueira de castelo rodrigo

De qualquer forma esta igreja serviu de refúgio aos combatentes portugueses na Guerra da Restauração da independência de Portugal.

igreja matriz de escalhão – figueira de castelo rodrigo

Nas fachadas ainda são visíveis marcas de balas de canhão disparadas contra a igreja.

igreja matriz de escalhão – figueira de castelo rodrigo

[hr]

Algumas fotos da Igreja Matriz de Escalhão – Figueira de Castelo Rodrigo e alguns comentários. O possível não rigor histórico pode e deve ser relatado.

aço a preto e branco

Em Viana do Castelo.
Estação da CP.

agostinho da silva

Estátua de Agostinho da Silva em Barca d’Alva (Figueira de Castelo Rodrigo) executada pelo escultor Eugénio Macedo.

dor de costas

Santa Lúzia, Viana do Castelo.

os escolhidos: junho, 2011

  1. tão amigas que nós somos! é a conclusão diabólica que chego ao ver duas velhas crianças a ricochetear piadas.
  2. não sei o me aconteceu, mas adormeci com um tijolo de 500 páginas; mais grave é que ninguém me ter acordado. que família amorosa.
  3. por falar em diabos ainda não comprei a prenda para a senhora do meu castelo. estou feito ao bife. sei que recebi pistas – estava distraído?
  4. não se assustem. acordei.
  5. um dedo com uma unha pontiaguda é uma arma bué de perigosa!..
  6. ai jesus, ai nossa senhora são as palavras de ordem ouvidas aqui e ali; odeio estas indecisões!
  7. não me apetece ir lá. gostava de ficar por cá, estirado, com o tijolo na pança… mas forças superiores aparecem na esquina…
  8. nunca vi um homem tão contente a almoçar e ter de atender o telemóvel; entretanto extraía com a unha restos de comida entre os dentes – memorável.
  9. “há regras. muitas regras.”, disse ela; e com muita pena nossa nunca são cumpridas.
  10. se não souber amanhã o que não sei hoje, tê-lo não sabido ontem não iria resolver rigorosamente nada.
  11. ia colidindo com uma grávida. seria algo semelhante a um impacto profundo ou até a um encontro de titãs.
  12. hoje é um dia, entre muitos, que sinto uma tristeza pouco saudável. falta saber se é um tristeza crónica ou uma ressaca disfarçada!?
  13. cheguei. acabou a choradeira…

from the perverse mind of paulo brito