Artigos

nunca

“Nunca lambi os dedos para virar folhas.”

“Nunca comi sushi.” “Nunca…” e estas afirmações são ditas com um orgulho desmedido. Pessoalmente nunca comi bisonte, nem centopeias, nem cão (acho eu), mas mosquitos já foram muitos os ingeridos involuntariamente. Gosto especialmente dos que afirmam “Nunca disse um palavrão.” A sério foda-se! Fantástico! Merecida medalha. Eu acho que um bom palavrão, o uso de calão em certas e determinadas situações compensa ter ouvido alguém, com coragem, afirmar “Nunca li Guerra e Paz, mas vi o filme.”

O “nunca” seguido de um “mas” é puro deleite. Pois quem o afirma sente-se mal pela anunciação do “nunca” e acrescenta o “mas” para mitigar o dano. É dar uma no tiro e outra na ferradura, é um soneto sem rima.

“Nunca fiz uma directa, mas já fumei ganza.” “Nunca dei um peido na cama, mas já arrotei.” Atitudes típicas de sociopatas.

Nunca digas nunca é o meu conselho.

mortes: uma centopeia

Já foi uma centopeia antes de levar com um chinelo em cima.

scutigera coleoptrata

Scutigera coleoptrata is a small, typically yellowish-grey centipede with up to 15 pairs of long legs. Originating in the Mediterranean region, the species has spread to other parts of the world, where it can live in human homes, thus gaining the name house centipede. It is an insectivore; it kills and eats other arthropods, such as insects and arachnids

Wikipédia

apenas formigas…

Sempre adorei formigas.
Quando era miúdo tinha um labirinto feito com legos cheio de formigas e entretinha-me a colocar nessa casota? outros insectos para admirar o poderio das formigas a desmembrarem, comerem, arrasarem aranhas, centopeias e outros bichos que tais.

ídolos

Ídolos. Indiferença. O mesmo sentimento que sente o caracol ao ser ultrapassado em velocidade pela centopeia.