Artigos

fragmento.00258

Esquecer é inevitável. Mas esquecer-se não é curar-se.
A Cicatriz do Mal de Pierre Lemaitre (página 19)

fragmento.00257

A humanidade é assim: um acidente e ei-la que se debruça da balustrada para ver. Enquanto houver um farol azul a girar aceso ou um rasto de sangue, continuará a haver alguém a olhar.
A Cicatriz do Mal de Pierre Lemaitre (página 48)