Artigos

lucky luke muda de sela de mawli

Lucky Luke Muda de Sela de Mawil publicado em hora boa pela Seita é um álbum que faz parte da série Lucky Luke visto por – justa homenagem.

A Seita, que já nos tinha premiado em Março deste ano com o excelente álbum O Homem que Matou Lucky Luke com uma edição exclusiva da Fnac, conseguiu novamente duplicar o feito e adicionou, ainda, uma edição limitada a 199 exemplares com um ex-libris numerado e assinado por Mawil. A Seita está mais do que de parabéns. Aqui temos outro álbum de uma qualidade gráfica impecável.

Lucky Luke Muda de Sela é simplesmente um álbum soberbo e audacioso. Com uma história delirante e comicamente eficaz; com desenhos elegantes; com acção non-stop, Mawli faz mais do que uma justa homenagem a Lucky Luke e Morris. Revela que o universo Lucky Luke permite tantas e mais tantas reinvenções.

Um argumento genial e uns desenhos arrebatadores produziram um livro belo e fascinante. Um livro a não perder – este álbum é um bombom. Mawli apostou e ganhou.

Tradução: Filipe Faria

uma raposa

Já sei que é visível a imagem distorcida de um marmelo a fotografar, mas que isso não seja uma perturbação para admirar um excelente desenho – uma raposa – por Adele Whittle.

moonshine: sangue e whisky, vol. I de azzarello e risso

Moonshine de Brian Azzarello e Eduardo Risso, editado pela G Floy, é uma banda desenhada brutal – nos desenhos e nos textos.

Sublime!

no interior “alice num mundo real”

Umas imagens da novela gráfica “Alice Num Mundo Real” (página 36) de Isabel Franc (textos) Susanna Martín (desenhos).

lazarus: família (vol. i)

O mundo está agora dividido não por fronteiras políticas ou geográficas, mas sim financeiras. Riqueza é poder, e esse poder reside unicamente nas mãos de um pequeno número de famílias. Os poucos que fornecem serviços à família que os governa são bem tratados. Todos os outros são desperdício. Em cada Família, há uma pessoa a quem é dado tudo o que de melhor a Família pode oferecer: treino, tecnologia, equipamento, toda e qualquer vantagem científica. Essa pessoa torna-se a espada e o escudo da Família, o seu protetor, o seu Lazarus. O Lazarus da Família Carlyle é uma rapariga chamada Forever. Esta é a sua história.

Devir

Adorei a história negra, sangrenta e distópica. A começar a pensar em adquirir os originais não editados em Portugal. (Não estou a ver a Devir a editar a obra na sua totalidade)

Uma grande obra da dupla Greg Rucka (texto) e Michael Lark (desenhos) e cores de Santi Arcas.

de lado – 0081

Se os economistas se dedicassem a fazer desenhos o mundo seria um melhor lugar para viver 

de lado – 0064

a aturar o canal panda. a filha faz desenhos. vê televisão. sempre foi um sistema operativo multi-tarefa.

histórias do bairro de gabi beltrán e bartolomé seguí

Histórias do Bairro de Gabi Beltrán e Bartolomé Seguí é uma obra poderosa.

Sem desenhos transcendentes que conseguem, por isso mesmo, cativar o olhar a que não é alheio um texto vivo, sentido, doloroso, perspicaz sobre as dificuldades de viver num bairro, onde a solidão e o vício impera, Histórias do Bairro transforma-se numa obra libertadora – a esperança, mesmo em chama ténue está ali.

Uma excelente surpresa.

uma página que me fez recordar as batatas fritas do meu avô

a metro

Nunca comprei livros a metro para decorar as estantes por isso não me choca ter uma prateleira assim – sem desenhos completos nas lombadas.

Lá por uma colecção ter um desenho não me força a comprar livros que não quero, nem me incomoda não os ter.

muita gente

Um desenho muito complicado? da Margarida, feito há mais de 3 anos.