Tag Archive for: diálogos

algumas considerações

23 Dez
23.12.2019

The Witcher (a série) – o que não me aborrece muito é terem massacrado uma grande parte da história original; o que, realmente, não suporto é um enredo inconsistente, fracos diálogos, a merda do politicamente correcto (a cena da inclusão) e com isso matar Triss Merigold; e desde quando anões são apenas pessoas pequenas e elfos apenas “tipos” de orelhas ponteagudas?

O que compensa? O facto de Henry Cavill conseguir, convencer sem muito esforço, ser Geralt de Rivia (ele leva a série às costas); as cenas de batalha – a do primeiro episódio está exactamente como imaginava Geralt a lutar.

Em resumo: os livros de Andrzej Sapkowski são fantásticos e com eles mergulhamos com facilidade no universo The Witcher, com a série isso não acontece.

seis matadouros

21 Jun
21.06.2019

Comecei a ler Matadouro Cinco de Kurt Vonnegut e perguntaram-me qual o tema do livro. Respondi naturalmente que era sobre um tipo que tinha seis matadouros, mas que era no matadouro cinco que aconteciam coisas altamente maradas.
— Que coisas? — questionaram novamente.
— Coisas altamente maradas!
— Maradas como?
— Altamente claro!
— Mas que coisas porra?
— Outra vez? Maradas! Altamente maradas!
— Marado és tu.
— Compra o livro para ficares marado com as coisas altamente maradas.

dialogues – did you eat chocolate?

30 Nov
30.11.2018

– Did you eat chocolate?
– How do you know?
– Your breath smells like chocolate.
– Oh! Yes, I did.
– You were not even able to deny it.
– Do you want me to be a liar?
You’re the one who buys the chocolate. You’re luring me.
– Yes, It’s true that I buy the chocolate, but I’m thin. And besides, it was hidden.
– Hidden? What a great hiding place, in front of the crackers. Conclusion, I am fat and greedy. And the fact that you’re thin gives you the right to eat the chocolate by yourself? And all this revolt because of 100 grams of chocolate – you insult me.
– Insults? Are not you fat?
– Of course I’m not fat, I’m overweight.
– That’s right … and you were not greedy about eating aaaaall the chocolate?
– Of course not, I was an opportunist. Opportunity makes a glutton.
– You’re right, you’re not fat or greedy… you’re a dick. Jeez!
– I do not say no to that. When are you going to buy and hide more chocolate?
– Turn off the light and sleep.

auto-glorificação de likes?

30 Jun
30.06.2017

Não vou a qualquer rede social que utilizo e/ou utilizava desde o inicio deste mês. O motivo é menos o cansaço e mais o não ter nada de interessante a dizer. Fico sempre com a obrigação de efectuar um like, um comentário.

E afinal o que vou dizer? Que estou a ler um novo livro. Colocar uma foto de comida? Uma foto de moi numa composição marada?

Não será um narcisismo elevado à décima potência? Uma auto-glorificação de likes? É-me, actualmente, indiferente.

Sinto o vício a despontar debaixo da unha. Aquele necessidade abrasadora de ir lá fazer nada, alguma coisa, mas a ausência de reciprocidade, a deselegância recorrente bastou-me; talvez.

Escrevo aqui, claro que sim – sempre. Escrevo para mim. Aqui sinto-me interessante.

le scat noir #224

01 Jun
01.06.2017

Além de ter uma história incluída, que é mais outro diálogo absurdo (“how to win a conversation“), enfim umas breves linhas, ao melhor estilo telegrama e, um desenho, “deadpool“, tenho, igualmente, neste excelente número uma referência ao lançamento do meu livro Sons of Man.

É sempre um prazer colaborar para este revista e ter o meu nome lado a lado com artistas tão loucos: saudavelmente.

© 1999.2020 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!