Tag Archive for: dúvida

apitadela

14 Jun
14.06.2019

Segundo o Priberam:

  1. Acto ou efeito de apitar.
  2. Toque de apito ou de buzina
  3. [Informal] Telefonema rápido.

https://dicionario.priberam.org/apitadela

Para os mal intencionados será a pita dela.

06 Nov
06.11.2017 Paris é uma cidade de que se poderia falar no plural, tal como os gregos falavam de Atenas, porque há muitas parises e a dos estrangeiros só superficialmente tem algo em comum com a Paris dos parisienses. O estrangeiro que atravessa Paris de automóvel e vai de museu em museu não suspeita sequer da presença de um mundo que lhe passa ao lado sem que ele o veja. A não ser que se tenha perdido realmente tempo numa cidade, ninguém poderá considerar que a conhece bem. A alma de uma grande cidade não se deixa apreender facilmente; é preciso, para se comunicar com ela, termo-nos aborrecido, termos de alguma modo sofrido nos lugares que a circunscrevem. Seja quem for, pode, sem dúvida, munir-se de um guia e constatar a presença de todos os monumentos, mas dentro dos próprios limites da cidade de Paris existe uma outra cidade de tão difícil acesso como foi difícil outrora o acesso a Timbuctu.
Paris de Julien Green (página 39)

sobre lol

22 Out
22.10.2017

Escrever sobre, com e para lol tem sido apenas um exercício higiénico. É algo escrito ao estilo comer batatas fritas – sem stress, nem finesse; que pretende ser sério e/ou divertido ou talvez não. Uns episódios serão mais interessantes outros nem por isso. Se por vezes é uma história que inspira uma imagem, outras é uma imagem que solicita algumas palavras.
Neste processo é sem dúvida Mercie Pedro E Silva a pessoa, a alma, que me permite ir mais além. Graças a ela tenho a minha versão da história, muitas vezes rude, e outra história criada por ela que consegue sempre ficar mais “limada”.

de lado – 0026

24 Abr
24.04.2017

a dúvida que se me colocou de forma tão inusitada tinha alguma urgência, mas acabei por me esquecer qual era – problema resolvido.

03 Abr
03.04.2017 Logo a seguir, instalou-se um silêncio como ele nunca havia sentido, um silêncio onde os anos se calavam.
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (página 147)

03 Abr
03.04.2017 … um desejo evanescente e patético – de voltar àquele ponto da minha vida em que teria podido optar por uma outra direcção completamente diferente daquela que acabou por fazer de mim aquilo que hoje sou?… Sentar-me uma vez mais no musgo quente, com o boné entre as mãos – isso só pode representar o desejo paradoxal de viajar para trás no tempo que me fez, mas levando-me simultaneamente a mim, àquele que agora sou e que foi marcado por tudo o que aconteceu.
Comboio Nocturno para Lisboa de Pascal Mercier (página 146)

sobre lol

22 Out
22.10.2016

Escrever sobre, com e para lol tem sido apenas um exercício higiénico. É algo escrito ao estilo comer batatas fritas – sem stress, nem finesse; que pretende ser sério e/ou divertido ou talvez não. Uns episódios serão mais interessantes outros nem por isso. Se por vezes é uma história que inspira uma imagem, outras é uma imagem que solicita algumas palavras.
Neste processo é sem dúvida Mercie Pedro E Silva a pessoa, a alma, que me permite ir mais além. Graças a ela tenho a minha versão da história, muitas vezes rude, e outra história criada por ela que consegue sempre ficar mais “limada“.

a vida oculta de fernando pessoa por andré morgado e alexandre leoni

30 Jun
30.06.2016

Obra sublime, de uma mestria visual e narrativa ímpar (impressionante a combinação dos dois elementos); imaginação em estado puro.

Considerando o impacto que a obra oferece é um livro demasiado curto!, mas apesar disso é uma livro épico. Prova-se que é possível criar uma história grandiosa sem dar informações desnecessárias. Os autores aproveitam a imaginação do leitor e deixam-o pensar a pensar (uma história com partes ocultas). Este livro é sem dúvida uma obra completa, atraente, impactante, intensa, perturbadora.

a vida oculta de fernando pessoa

a vida oculta de fernando pessoa

André Morgado e Alexandre Leoni estão mais do que de parabéns – aceno aos dois criadores.

jogo de xadrez

20 Jun
20.06.2015

Fui ameaçado pelo bispo por ter tomado a rainha com o cavalo. Sacrifiquei um peão para proteger o rei. O bispo não o excomungou e recuou para uma zona de conforto. Usei outro peão e promovi-o a rainha. O bispo inimigo juntou-se à torre, mas era tarde de mais. Com a rainha apoiada pelo cavalo matei o rei inimigo. Agora estou na dúvida se estive a jogar xadrez, a praticar magia ou a fazer política.

my muse

09 Nov
09.11.2014

My muse is the hatred, the obsession, the anguish, the death, the night, the nightmares, the dreams, the fear, the joy, the doubt.

10341943

o mar pode inspirar..

My muse is not amusing, but it does its purpose – inspires creation.

© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!