Artigos

retribuições

Todos os dias a minha filha vem dar-me beijos de boa-noite. Dá um beijo e eu retribuo. Dá outro e eu retribuo. Outro e eu retribuo. Ainda outro e eu retribuo. Pimba mais um e eu retribuo. Termina encostando o seu rosto ao meu; e enquanto se afasta coloca os dedos no meu cabelo e despenteia-o. Eu tremo de exasperação, fecho os punhos e digo-lhe sempre “não gosto que faças isso”. Mas ela faz-lo continuamente.

Ontem a mesma rotina exceptuando um pormenor. Quando colocou os dedos no meu cabelo para o escangalhar ele não se mexeu. Olhou para mim espantada e disse zangada:
— Não teve piada. Por que colocas-te laca no cabelo?
— Porque a tua expressão valeu mil beijos.
— Não tornes a fazer isso pai.
— Okay.

a família de dario diante de alexandre

Este quadro de Paolo Veronese, actualmente na The National Gallery foi visto por Goethe na sua Viagem a Itália. Na altura da sua visita a pintura estava localizada em Veneza no palácio Pisani Moretta.

(…) aqui se mostra a sua grande arte, que não possui uma marca geral que se comunique a toda a pintura, mas gere uma magnífica harmonia, pela engenhosa distribuição e luz e cor e pela alternância igualmente inteligente na aplicação da cor local;
(…)
A gradação na sequência da mãe até às filhas, passando pela esposa, é muito autêntica e conseguida; a princesa mais nova, ajoelhada no fim da fila, é uma mocinha muito bonita, com uma expressão ajuizada, mas ao mesmo tempo muito senhora do seu nariz e obstinada.

página 131

três filhas de eva de elif shafak

Foi uma leitura agradável.

Tradução de Tânia Ganho

Como uma varinha mágica nas mãos erradas, o trânsito transformava minutos em horas, humanos em bestas e qualquer vestígio de sanidade em pura loucura. Istambul não parecia importa-se com isso. Tinha tempo, bestas e loucura de sobra. Mais uma hora, menos uma hora, mais uma besta, menos um louco… a partir de determinada altura, já não fazia diferença
Três Filhas de Eva de Elif Shafak (pág. 13)

no interior: “três filhas de eva”

Vinheta que ilustra o interior do livro Três Filhas de Eva de Elif Shafak, numa edição da Quetzal Editores.

em esposende

Fotos tiradas pela minha filha Margarida.

pudim de laranja

A minha querida Margarida enviou-me a prova do Pudim de Laranja. Todos diziam que não havia.

Uma piada muito pessoal cá da gente.

de lado – 0064

a aturar o canal panda. a filha faz desenhos. vê televisão. sempre foi um sistema operativo multi-tarefa.

be cute and maybe you’ll get lucky!

My picture for the contest “Be cute and maybe you’ll get lucky!” sponsored by the Gloomy Seahorse Press. Rhys Hughes will be the judge and the jury, ‘cause he’s the rainbow raider. The prize? a ticket to the concert “Darbuka Smashed the Nuns”.

And maybe I should send this one.

eu nos anos da filha

eu nos anos da filha

I’ll sleep tonight and dream with female teddy bears with hearts tattooed on the chest.

with lamp & with thunders

A primeira imagem revela-me a ter uma ideia.

A minha filha disse-me que eu com este cabelo pareço um cientista doido e malvado. Por isso coloco uma nova e melhorada fotografia.

10468377

eu e os relâmpagos