Artigos

torcer

Ontem para a Liga das Nações jogou a Suécia x Portugal e na minha família de quatro, dois torciam por Portugal, uma pela Suécia.

Eu permanecia a ruminar da razão de torcerem – coisas!

coisas de futebol e de portugal

Primeiro: não me empolgam as conquistas de futebol da equipa portuguesa. Fico mais entusiasmado com o Campeonato Mundial de Corrida de Caracóis.

Segundo: vivo com alegria num país em que todos os políticos e agentes são mais que gente séria e idónea. Talvez seja o motivo para não me impressionar com os feitos futebolísticos. Só a seriedade solidária é um feito.

As pessoas sérias têm duas características:

  1. Todos dizem de si mesmo e dos outros “é pessoa séria”
  2. apesar de sofrerem todos eles de “falta de memória

Será, possivelmente, a falta de memória que os faz ser pessoas sérias? A amnésia selectiva é actualmente a doença profissional galopante entre esta gente.

Apesar de todos se sentirem ser gente séria acredito cada vez menos nesta gente e mais no Pai Natal.


_update: 15h13
Agora que visito um dos meus blogs de referência encontro isto.

cervejas e outras coisas que tal…

Como tinha dito aqui, lá me desloquei ao Lambreta Bar, menos para ver o tal jogo (arhhh!), mais para petiscar e conviver com malta decente.

chimay

chimay

Soube tudo muito bem. A tal equipa perdeu; eu ganhei a noite.

lachouffe

’tá-se bem!

– Já estás a pé? – perguntou a minha mulher com a surpresa estampada em cada palavra.
– Claro, vou hoje fazer as análises.
– Até parece com essa pressa toda que vais a uma festa.
– A minha bexiga cheia nem te responde… minha menina.
– E tens certeza que esse laboratório já está aberto a esta hora? – a fêmea alfa estava muito inquisitiva – Podes sempre ir àquele laboratório junto à igreja de Santo António.
– Está aberto. E se por qualquer motivo tipo terramoto, peste bubónica, estiver fechado, podes ter a certeza que verto o meu litro e meio de urina logo ali no primeiro pilar à bobi.

Fora de casa acelerei o passo e em menos de 2 minutos estava a empurrar a porta, a apresentar a requisição, a receber de oferta um contentor plástico de urina, a dirigir-me à velocidade da luz para uma casa de banho ultra equipada. Aí em saltinhos cada vez menos espaçados, abri a braguilha, coloquei o pénis em posição, rasguei o plástico protector, rodei a tampa do contentor, e ufaaaaaaaa, finalmente, apontei a mangueira e disparei com imensa satisfação o líquido segregado pelos rins; quando o contentor de plástico estava pelas caniças apertei a mangueira para suspender a expulsão de urina e apontei para o urinol o restante litro e trinta decilitros…

sangue

a extracção de sangue

e lembrei-me, enquanto entregava o contentor de plástico a 37% graus, que as mulheres têm um controlo perfeito, mesmo militar sobre a bexiga: urinam, param, retocam a maquilhagem, reiniciam, conversam de futebol, param, vão tomar um chã, fazem sudoku, reiniciam ad eternum

Seguiu-se a extracção de sangue para as análises. Aí fiz birra porque a técnica não me deixou gritar para assustar o pessoal que estava na sala de espera. Nem um gemidinho à rato pude lançar.

Triste sina a minha, nunca me deixam fazer o que quero.

1 dia de raids na totj

1 dia de raids na totj – ATENÇÃO TEXTO HUMORISTICO (OU TENTATIVA DE) TODAS AS SEMELHANÇAS COM A REALIDADE SÃO COINC….. ok são semelhanças mesmo….
Para frisar isto não é uma critica a comportamentos de ninguém é meramente uma brincadeira… enjoy
21:00 – F tenta começar a fazer raid….
21:15 – F tenta começar a fazer raid….
21:20 – Thorn aceita o invite
21:23 – Marito sai da party
21:24 – Marito entra na party de novo
21:25 – Marito sai da party novamente
21:26 – Marito torna a entrar
21:27 – Marito liga o vent e diz boa noite
21:28 – Marito desliga o vent
21:29 – Chega o Néo e Marito liga o vent
21:30 – Faltam 2 pessoas
21:31 – Chega o Suma
21:32 – Chega o Orde e pede desculpa pelo atraso mas aconteceu 1 imprevisto
21:33 – Raid full…. summon..
21:34 – Orde pede summon…. alguém dá summon
21:35 – Nostromo pede summon
21:37 – Discute-se os acontecimentos futebolisticos do dia
21:38 – Chega o bebado…. Barcelona foi roubado
21:39 – Suma vai logar
21:40 – Começa-se a limpar trash
21:41 – Neo afk
21:42 – Nostromo afk
21:45 – frente ao boss
21:46 – Thorn afk
21:47 – Neo afk
21:49 – Suma entra
21:50 – Tudo ready
21:51 – Thorn corre para o lado errado
21:52 – Neo diz que o grupo dele tá todo errado só ele é q está no sitio certo
21:55 – Thorn estranha o facto de haver 3 healers no mm lado
22:00 – Inet faz boicote e cala-se
22:01 – Inet larga o boicote e torna a falar
22:02 – F manda vir com a Thorn
22:03 – F reclama do healing
22:04 – Orde vai para o sitio errado
22:05 – Marito diz que cura tudo sozinho
22:06 – Wipe
22:07 – Neo afk
22:10 – Neo afk
22:15 – Thorn pergunta se estavam a falar para ela
22:20 – Neo afk
22:21 – Neo manda um torrent ao inet
22:22 – Inet afk
22:23 – Chega o Piurso
22:23 – Vai embora o Piurso
22:24 – F vai para a ooze errada
22:25 – Simão é top dps
22:26 – Simão faz Mass Ress
22:27 – Neo afk
22:30 – Piurso pergunta se tá tudo bem
22:31 – Piurso já não está quando se responde
22:33 – Nostromo tá no loading
22:35 – Nostromo leva ress
22:36 – Neo afk
22:37 – Dugelo faz o achiev de ver contar quantas lajes tem o chão de orgrimmar
22:38 – Dugelo mete no blog e agradece ao Garrosh por ter ajudado
22:40 – Começa-se nova try
22:41 – Neo afk
22:42 – Neo pergunta se era suposto ele ajudar nos adds
22:43 – Neo morre
22:45 – F desespera
22:47 – Extreme tenta ressar o inet
22:48 – Wonk chateia-se
22:51 – 3 minutos de silencio à espera que o wonk fale….
22:52 – Wonk escreve a mandar o inet lamber sabão
23:00 – Dugelo encontra a misteriosa raposa de azeroth que lhe permite ser o primeiro a fazer o achiev de fazer /hug a 1 raposa de azeroth
23:03 – Dugelo publica no blog a agradecer às raposas de azeroth
23:10 – Neo afk
23:13 – Faz-se 1 try de jeito
23:18 – Boss down
23:19 – Wipe no trash
23:20 – Neo afk
23:21 – Thorn pergunta se era suposto ela curar no trash
23:23 – Marito diz que o trash foi bufado
23:25 – F tenta morder o cotovelo
23:26 – Unk diz boa noite e ninguém responde
23:27 – Unk diz adeus e toda a gente responde
23:28 – Bebado tenta criativamente arranjar nome para outro char
23:29 – F diz mal dos pala’s e Orde fica triste
23:30 – Neo morre
23:31 – Healers congratulam-se por o seu plano de deixar o neo morrer estar a funcionar
23:33 – Alguém fala do nome do Socrates e Piurso que não estava tem um nerd rage
23:40 – Começa a luta com o boss
23:43 – Neo afk
23:45 – Thorn pergunta se tem de parar de ver tv para curar
23:46 – Neo vai para o sitio errado e morre… lag…..
23:47 – Extreme ressa neo….
23:48 – Neo morre… lag
23:49 – Neo afk
23:50 – Piurso começa a parar de falar no Socrates
23:53 – Inet estava a ver a série que o neo lhe tinha enviado e morre
23:54 – Boss down
23:55 – Ninguém quer o loot
23:56 – F pergunta quem quer novamente…..
23:57 – 3 pessoas respondem que se ninguém quiser….
23:59 – Raid off
00:00 – 4 pessoas no vent
00:01 – Bebado pergunta se viram o roubo ao Barça
00:02 – Suma tira os phones
00:03 – Piurso sozinho no vent
00:50 – Piurso acaba de falar do Socrates

brilhante texto do mestre F.
a imagem foi inspirada nas caretas do F. não pensem que é o Festergut.

vozes…

Não me senti louco quando principiei a ouvir vozes atrás de mim; primeiro num chilrear, depois em cacofonia. Agora ouvia ruídos do lado esquerdo, do lado direito e pelo andar da carroça iria sofrer o mesmo tormento à minha frente. O vozeirão estava insuportável. Os meus ouvidos já não tinham capacidade para absorver a notável desordem sonora. A suculenta ideia de estar sozinho, para repensar na inconstância da vida, mas acompanhado transformou-se em frustração.

Deveria ter adivinhado que um estádio de futebol nunca serviria o doce propósito de sublimação zen.

29 de abril de 2011

ainda com 210 anos, maravilhas da biotecnologia – sou mais máquina do que verdadeiro tecido humano – recordo sem dificuldade o dia 29 de abril de 2011 (o implante cibernético que grava agora a nossa vida recuperou sem problemas as recordações até ao primeiro momento de consciência in utero. onde estavas tu a 29 de abril de 2011? é uma das perguntas dos meus trisnetos sempre que me visitam nos retrógados festejos de anos. respondo, sempre perante os olhares incrédulos, que estava, entre outras coisas, a ver umas fotografias da última ceia dos condenados à morte: last suppers

não entendo como podem esperar outra resposta – continuamente. que acontecimento importante ocorreu a 29 de abril de 2011? muitas mortes. muitos nascimentos. muitas juras de amor. muitos casamentos. muitos funerais. muitos… só se esperam que lhes fale de um casamento real que em tons de fada embruteceu milhões de pessoas “até que a realidade os absorva novamente e se mentalizem, mais uma vez, que o benfica, não ganhará o campeonato de futebol, que os fritos ainda fazem mal, que o iva ainda vai subir mais, que o pato donald ainda não casou com a margarida, que ainda não foi descoberta a velocidade da escuridão, que a gasolina continua cara, que clicar rapidamente no botão de chamada do elevador não o faz chegar mais rápido, que os juros não descem, que o super-homem é na verdade um herói de collants, que continuará a existir anedotas sobre loiras.

futebolístico

Nunca fui pessoa para ligar ao futebol como desporto e muito menos como salvador da força anímica portuguesa quando joga a selecção; mas nunca tanto como este mundial. Ando completamente alheio, indiferente. Assisti aos gritos da goleada – o meu filho, pai e mulher foram tudo menos silenciosos -, não vi o jogo. O que vou conseguindo saber é pelas “gordas” do único jornal online que ainda leio, pelas conversas de “café” e pelos doidos da família. Não procuro notícias sobre o Mundial, mas levo com elas na testa, por assim dizer.

A goleada não enalteceu o meu espírito nacionalista.
E perante isto ainda há alguma alma nacionalista? – pergunto-me.
Ou serei um ET neste quintal chamado Portugal?

another graffiti

graffiti colado no estádio adelino ribeiro novo.

small bars

Barras no estádio Adelino Novo.