Artigos

blueberry #28 – dust de charlier e giraud

Durante o tiroteio em OK Corral, Blueberry salva Dorée Malone do assassino Johnny Ringo. Este consegue escapar, mas é morto mais tarde por Blueberry. Entretanto, a história contada por este a Campbell é revelada; preso no Forte Mescalero com Gerónimo e o seus homens, Blueberry é libertado e visita, com a professora Caroline Younger, um orfanato onde ele sabe existirem crianças índias retidas. Uma delas, a quem chama “Dust”, vem a ser Natché, filho de Gerónimo. Blueberry ajuda este último a fugir com o filho e os seus camaradas e, durante a fuga, o reverendo Younger, director do orfanato, atinge a filha por acidente. Antes de morrer, Caroline acusa Gerónimo, dando assim cobertura a seu pai e a Blueberry, que seis meses depois é enviado para o Forte Navajo.

Bandas Desenhadas

Neste quinto álbum do ciclo Mister Blueberry assiste-se de forma perfeita ao culminar do enredo que se foi desfiando desde Mister BlueBerry.

Continuam os flashbacks.

Os desenhos e o argumento continuam a cargo de Giraud.

Tradução de Paula Caetano

blueberry #27 – ok corral de charlier e giraud

Clum surpreende Strawfield, Johnny Ringo e três novos assassinos contratados pelo banqueiro a falar de uma emboscada em OK Corral. Ferido, consegue ainda assim fugir até Tombstone e avisar Dorée Malone. É, porém, morto por Ringo, que também rapta Dorée. Este desaparecimento faz Blueberry levantar-se da cama para investigar, acompanhado por Billy e Gertrud, uma jovem prostituta por quem este último se apaixonou. Durante as suas investigações, Blueberry descobre os planos de Strawfield. O álbum termina na mesma altura do início, quando o célebre tiroteio está prestes a iniciar-se em OK Corral, enquanto Blueberry encontra o rasto da cantora e Billy é derrubado por um pretenso marshall, que se posiciona para os acontecimentos que se seguirão.

Bandas Desenhadas

Neste quarto álbum do ciclo Mister Blueberry continuam a desenvolver-se de forma trepidante os acontecimentos que terão a sua apoteose em “Dust“.

Continuam os flashbacks.

Os desenhos e o argumento continuam a cargo de Giraud.

Tradução de Paula Caetano

blueberry #26 – gerónimo, o apache de charlier e giraud

Clum, proprietário do Tombstone Epitaph, é raptado pelos homens de Gerónimo. Este pede-lhe para negociar a sua rendição junto do exército e nega estar por detrás do ataque ao carregamento de prata, que ele sabe ser obra dos Clanton. Por outro lado, Blueberry, ainda convalescente, continua a relatar a Campbell a sua história: derrotado por Gerónimo num combate peculiar, é porém poupado por este, depois de uma visão o ter convencido a deixar viver o cara-pálida. Entretanto, os homens do capitão Noonan capturam alguns dos Apaches, entre os quais o próprio Gerónimo. À noite, chegado ao Forte Mescalero, Blueberry luta com o sargento que acabou com os feridos e agride mesmo o capitão Noonan. É detido e colocado junto dos prisioneiros índios.

Bandas Desenhadas

Neste terceiro álbum do ciclo Mister Blueberry continuam os flashbacks e a história está mais e mais empolgante. Os desenhos e o argumento continuam a cargo de Giraud

Tradução de Paula Caetano

blueberry #25 – sombras sobre tombstone de charlier e giraud

“Jogador profissional abatido pelas costas”, anuncia a edição especial do Tombstone Epitaph. Nada de extraordinário, não fosse o jogador chamar-se Blueberry, uma verdadeira celebridade, segundo Campbell, jornalista em Boston. Mas mesmo com três balas no corpo, Blueberry não morre! Mal abre um olho, Campbell precipita-se para a sua cabeceira a fim de resgatar as memórias do herói. A coisa começa mal, porém: o seu primeiro feito consiste em apanhar uma bebedeira, acabando a chafurdar numa pocilga com os porcos… Entretanto, Strawfield celebra, com grande aparato, a partida para Tucson do seu carregamento de prata, que os Clanton planeiam atacar, disfarçados de Apaches. E é com a sombra de Gerónimo a pairar sobre as colinas que o ataque se consuma…

Bandas Desenhadas

É o segundo álbum do ciclo Mister Blueberry, no qual Giraud continua a série; assegura o desenho e também o argumento.

Os desenhos continuam deslumbrantes. A história caminha para uma violenta apoteose – cheia de flashbacks.

Tradução de Paula Caetano

blueberry #24 – mister blueberry de charlier e giraud

Tombstone, 1881. Chegado há uma semana no hotel Dunhill, um misterioso jogador incendeia todas as noites as mesas de póquer e todos os homens abastados da região se acotovelam para o defrontar. Mas esta figura enigmática acaba por suscitar o interesse de muitas outras pessoas, por razões variadas que vão muito para além do mero póquer. Blueberry – pois não é ele senão a intrigante personagem – ganhou alguns cabelos brancos e a sua vida resume-se agora a estas partidas de cartas, que se sucedem umas atrás das outras. Ele que já não quer senão calma e tranquilidade, acaba por se ver colocado no centro das atenções, com a sua mesa de póquer a transformar-se num redemoinho que pode acabar por o engolir…

Bandas Desenhadas

É o primeiro álbum, de 1995, do ciclo Mister Blueberry, no qual Giraud continua a série após o falecimento de Charlier, passando, também a assumir o argumento, apesar de em 2007 ter sido editado o álbum Apaches, que cronologicamente decorre antes de Mister Bluberry.[1]


[1] Tem como ponto de partida flashbacks contidos nos volumes 24 a 28, para formar uma única história linear, e contem, igualmente, algumas novas pranchas. Essas pranchas serão as últimas produzidas por Jean Giraud para a série Blueberry.

Tradução de Paula Caetano

blueberry #05 – a pista dos navajos de charlier e giraud

Blueberry, com a ajuda de MacClure e Crowe, tentar convencer os chefes apaches a porem fim à guerra contra os brancos. Em atenção a Crowe, que em tempos o havia salvado, Cochise aceita encontrar-se com Blueberry. Mas Quanah, entretanto chegado ao acampamento índio e disposto a impedir esse encontro a qualquer preço, anuncia que as armas prometidas pelo governador Armendariz seriam entregues dentro de seis dias. Trata-se nada mais nada menos do que 200 espingardas modernas, que seguramente colocariam os índios em vantagem face aos caras-pálidas. A notícia acaba por chegar ao conhecimento de Blueberry e de MacClure, que decidem impedir a entrega das ramas e defrontar Quanah numa derradeira batalha…

Bandas Desenhadas

A conclusão da história iniciada em Forte Navajo. É o quinto e último álbum do primeiro ciclo da série, denominado Ciclo das Primeiras Guerras Índias.

Tradução de Paula Caetano

blueberry #04 – o cavaleiro perdido de charlier e giraud

Blueberry voluntaria-se para se encontrar com o chefe apache Cochise e encetar negociações de paz. Mas, para isso, tem de encontrar Crowe. Jim MacClure, um batedor que conhece a região melhor do que os próprios índios, aceita servir-lhe de guia até ao acampamento do chefe Charriba, onde, segundo ele, Crowe se encontra. À sua chegada, porém, ambos são tomados por perigosos espiões e capturados. Prestes a serem torturados e executados, são salvos pela chegada inopinada de Crowe, que assume a sua defesa junto do chefe. Mais tarde, Crowe informa Blueberry que o chefe Cochise e os seus homens se encontram em Sierra Madre, no México, onde o governador Armendariz lhes fornece armas e munições para continuarem a guerra…

Bandas Desenhadas

Aqui é dada a conhecer uma personagem super divertida – Jim MacClure.


Tradução Paula Caetano

livros na palete – posição 030

Mais quadro álbuns da colecção Blueberry:

blueberry #03 – a águia solitária de charlier e giraud

A guerra contra os Apaches está ao rubro, mas Blueberry consegue resgatar o jovem Stanton com a ajuda de Crowe. Este, contudo, desaparece na refrega, deixando Blueberry sozinho na missão de convencer as autoridades de que não são os Apaches os responsáveis pela guerra. Para defender a causa da paz junto do general Crook, que tem plenos poderes na matéria, Blueberry parte para Camp Bowie, onde Crook reside; mas, para isso, tem de escoltar até lá uma carroça carregada de munições. Assim começa uma viagem de alto risco, seguida de perto por um terrível adversário que tudo vai fazer para se apoderar das munições em trânsito e, com isso, assegurar a continuação da guerra a qualquer preço: um apache rebelde de nome Águia Solitária.

Bandas Desenhadas

E isto continua a bombar forte e feio – fantástico.


Tradução Paula Caetano

blueberry #02 – tempestade no oeste de charlier e giraud

Os Apaches reuniram todas as suas tribos para decidirem se vão ou não entrar em guerra com os caras-pálidas, e entretanto montaram um cerco a Forte Navajo, onde vários chefes apaches se encontram aprisionados. A angústia é grande no interior do Forte, que assim se encontra isolado do resto do mundo. Após uma traição do tenente Crowe tudo parece irremediavelmente perdido e Blueberry decide partir para Tucson em busca de reforços e de medicamentos para salvar o coronel Dickson, entre a vida e a morte. Conseguirá ele sobreviver a esta travessia do deserto? E se sim, conseguirá ele regressar a tempo? Os Apaches uniram-se entretanto a traficantes de armas mexicanos e parecem ter-se apoderado de toda a região…

Este álbum, continuação da história iniciada em Forte Navajo, continua a fazer-se valer.

Tradução de Paula Caetano