Tag Archive for: jogos

drake of the north wind

14 Fev
14.02.2012

Na primeira ida a Vortex Pinnacle com o meu cunhado, no boss Altarius fui bafejado com este loot: Reins of the Drake of the North Wind.

Contam-se pelos dedos da mão quando ganho um loot importante contra o sujeito.

E a mount é mesmo linda.

a sobrevoar swamp of sorrows

24 Jan
24.01.2012

Acho este shot muito bom. Adoro as cores.
Swamp of Sorrows continua a ter umas cores espetaculares.

16 Out
16.10.2010 (…) o poço da criação. O reservatório da vida, que é Deus. Alguma vez pensaste que acreditas em Deus? Acordastes alguma vez no meio da noite a dizer Sim, sim, no fim de tudo “há” qualquer coisa. Creio, creio! Não falo de ir à igreja, compreendes-me. Ir à igreja, hoje, não é mais do que um reflexo condicionado, um trejeito, um tique. Falo da fé. Da crença. O estado de iluminação. Também não falo de Deus como se fosse um velho de longos bigodes brancos. Refiro-me a qualquer coisa abstracta, uma força, uma potência, uma corrente, um reservatório de energia por detrás de tudo e ligando tudo. Deus é esse reservatório (…) está cheio de calor e poder, é acessível àqueles que sabem como chegar até ele. Platão soube alcançar o reservatório. Van Gogh, Joyce, Schubert, El Greco. Alguns poucos felizes sabem como alcançar. A maior parte de nós não sabe. Para os que não podem Deus morreu. Pior: para eles, Deus nunca existiu. Ó Cristo como é terrível estar encurralado numa época em que toda a gente se comporta como se fosse uma espécie de morto-vivo (…) Odeio-a. Odeio todo este fedorento século XX, sabes? Estou a falar com algum sentido? Pareço terrivelmente bêbado? Estou a envergonhar-te (…)
Os Jogos do Capricórnio por Robert Silverberg

hitman

15 Out
15.10.2010

Adaptações de jogos de vídeo podem ser coisas boas ou não. Como nunca fui fá ou sequer joguei Hitman pensar nisso não foi a minha maior preocupação.

Até gostei do filme. É um filme a raspar o catita. Cobicei constantemente a falta? de penugem na carola do hitman pela ausência de trabalho que dá o tratamento de uma cabeça assim. Como já tenho um zero considerável no topo da minha cabeça e o meu cabeleireiro não consegue transformar aquilo num 8, aquele deserto de cabelo seria para mim um oásis. Bem tento de vez em quando aparecer em casa com um pente 1, mas a mais-que-tudo afirma veemente que tenho uma bola de bowling em cima do pescoço com 5 buracos.

Pois, o filme… foi divertido até sem pipocas.

dois comentários

16 Set
16.09.2010

1º – sobre o filme Homem de Ferro II
2º – sobre os jogos

Quanto ao primeiro apenas posso dizer que foi uma completa desilusão. É um filme desastroso. Um insulto à personagem e a quem gastou dinheiro para o ir ver. O argumento é deplorável. E tudo o que existe de bom no primeiro filme foi-se; é como dizer “tudo o vento levou” a grande velocidade.

Quanto aos jogos sou mesmo um fraco. Comprei o Tom Clancy’s Splinter Cell: Chaos Theory em promoção e andei até ontem completamente vidrado. Quando dei por mim já eram duas da manhã. Não tenho solução – é acabar com esta actividade lúdica?

Até com um simples OGame ou Travian eu vicio. Este segundo apontamento servirá, igualmente, um pouco como uma resposta ao convite do bongop para ser seu aliado no Verdonia. Acabaram os jogos de computadores: online, offline.

Fim, ponto final, parágrafo.

arcturis

05 Jan
05.01.2010

Já há algum tempo que não escrevo sobre as minhas andanças pelo mundo de Azeroth. Não porque tenha deixado em definitivo, definitivamente, de jogar, fiz apenas, uma nova pausa, caracteristicamente passageira, mas sim porque não me tem apetecido.

Sim, finalmente acabei o The Loremaster e recebi como oferta o tabard Loremaster’s Colors.

E acima de tudo ontem a passear com o meu priest ainda a 77, aquele que alguém não sabe o nome, vi lá do alto o Spirit Beast Arcturis, novo pet introduzido com o Patch 3.3. Logei de imediato o meu hunter e de Dalaran cheguei ainda a tempo de fazer o tame. Uau! foi mesmo espectacular aquele momento de mimo. Baptizei-o de pasteldeNATA e será um com companheiro do meu Ghost Saber boloREI.

Ainda hoje coloco aqui um screenshot do meu Urso.

for the horde!

30 Dez
30.12.2008

Já não pegava realmente no jogo há mais de 20 dias.
Hoje pela 00.43 +/- tive a oportunidade de fazer o achievement “For The Horde”.
Não morri uma vez. Zero wipes. Foi pena não ter lido outros achievements. Se o tivesse feito teria também completado Wrath of the Horde. Ficará para uma nova oportunidade.
A reward – Reins of the Black War Bear – é deliciosa e, assim, já tenho 52 mounts.

level 80

05 Dez
05.12.2008

Ontem cheguei a level 80.
Sei que poderia ter atingido esta meta há já 7 dias, mas andei a passear pela expansão e pelo jogo de uma forma geral.

warcraft

level 80

Terminei também a leitura da obra “Intermundo” (1977) de Isidore Haiblum. Foi uma leitura super-hiper-divertida.

Imaginemos um detective Philip Marlowe, criação de Raymond Chandler, mas de nome Tom Dunjer. Agora imaginemos que o nosso Marlowe viajou para o futuro e estaremos perante uma história de fc policial negra plena de humor, acção e aventura.
Naturalmente irei ler as outras duas obras da série: Specterworld (1991) e Crystalworld (1992).

tabulk

26 Mai
26.05.2008

Após muita luta
– suor
– dores de cabeça
– mortes
– ganking
– gozo dos “amigos”
farmei reputação para esta montada. E até que o meu hunter fica todo catita na mount.
Tenho de qualquer dia resolver esta obsessão por mounts e acima de tudo pelo wow; leva-me o gold todo e outras coisas mais.

the angels

10 Mai
10.05.2008

A vision of death full of life.

anjos

© 1999.2019 porta VIII. todos os direitos reservados. alimentado pelo wordpress | alojamento por oitava esfera
beam me up, scotty!